Blog

AçõesInvestidor InicianteInvestimentos

O que são ADRs e como investir em ações brasileiras no EUA?

Por Fast Trade
25 fevereiro 2022 - 10:55 | Atualizado em 27 maio 2022 - 10:37

Aprimorar os seus conhecimentos sobre o mercado financeiro é sempre uma boa ideia, especialmente se você deseja diversificar os ativos da sua carteira, aumentar sua rentabilidade e saber como se sair melhor até em momentos de oscilação econômica. Por isso, pode ser muito interessante aprender o que são ADRs e como investir em ações brasileiras no EUA.

Trata-se de uma alternativa que vem sendo bastante procurada nos dias de hoje, especialmente por proporcionar mais dinâmica e facilidade para quem deseja adquirir ativos de empresas de outros países, mas sem toda a burocracia de converter a moeda. Continue sua leitura e descubra como fazer isso.

O que são ADRs?

A sigla ADR quer dizer American Depositary Receipt. Em uma tradução para o português, o termo pode ser entendido como Recibo de Depósitos Americano. Na prática, é um tipo de título negociado nas bolsas de valores dos Estados Unidos, mas no qual as ações são oriundas de empresas estrangeiras e presentam apenas instituições que estão fora do país.

Trata-se de uma solução antiga, que abria a prerrogativa para que companhias das mais diversas nações entrassem no mercado dos EUA, bem como trazia a possibilidade de que americanos pudessem lucrar com elas com total praticidade. Desse modo, não precisavam fazer transações em outra moeda ou abrir contas em corretoras de outros locais.

Como um ADR funciona?

Existem variações de acordo com o tipo de ADR, como veremos mais abaixo, mas o caminho básico para que uma companhia estrangeira adentre o mercado financeiro americano costuma ser bastante similar. Um ou mais bancos nacionais compram as ações de determinadas empresas à sua escolha, ficando comprometidos por sua custódia.

Depois, uma instituição financeira americana adquire grande quantidade de tais ativos, agrupando-os em lotes e transformando em títulos: os famosos ADRs. Seguindo algumas regras e exigências, como o fornecimento de informações detalhadas sobre a situação financeira, eles podem ser lançados e negociados nas bolsas americanas.

Qual a diferença do ADR para o BDR?

Você já deve ter ouvido falar que o Brasil conta com uma opção similar ao ADR, chamado de BDR (Brazilian Depositary Receipts). São Recibos Depositários Brasileiros, que oferecem aos investidores brasileiros a possibilidade de diversificação de suas carteiras ao proporcionar investimentos em empresas estrangeiras diretamente na nossa bolsa de valores, a B3.

O funcionamento de ambos é muito semelhante, com diferenças em relação às exigências e regulações, mas bastante similares por se tratarem de certificados de ações de outros países, que são emitidos como títulos. Entre os principais produtos do tipo disponíveis por aqui, podemos destacar Microsoft (MSFT34), Apple (AAPL34) e Coca-Cola (COCA34).

Como investir em ações brasileiras nos EUA?

Você sabia que é possível investir em ações brasileiras nos Estados Unidos? Muitas de nossas instituições estão oferecendo ações em ADRs na bolsa americana como uma maneira de garantir aportes de investimentos estrangeiros e capitalizar suas operações. Para lucrar com isso, você precisa seguir alguns passos. Acompanhe.

Analise seu perfil e seus objetivos

O primeiro passo para investir em ações brasileiras nos Estados Unidos consiste em fazer uma autoanálise e compreender qual o seu perfil de investidor. Para isso, você deve avaliar o seu nível de conhecimento sobre o mercado financeiro, os seus hábitos e sua capacidade de aguentar a pressão, pois ADRs também são investimentos com algum risco.

Isso se dá por sua própria natureza e características, como a exposição ao câmbio. Por outro lado, é um segmento acessível e com ótimo potencial de rentabilidade, que permite que você comece a investir com poucas centenas de real. Com isso, você poderá comprar papéis lastreados em companhias como Bradesco, Ambev, Petrobras e assim por diante.

Aprenda sobre os tipos de ADR

Antes de começar a fazer seus investimentos em Recibos de Depósitos Americanos, você precisa entender que existem tipos diferentes de ADR. As diferenças se dão, sobretudo, em função dos requisitos burocráticos e impactos da liquidez. O ADR Nível 1, por exemplo, é o mais básico, com menos exigências da SEC (Comissão de Títulos e Câmbio dos Estados Unidos).

Para entrar no mercado americano, um ADR Nível 2 precisará ser registrado pelos órgãos reguladores, com a obrigação de divulgação das informações financeiras das empresas estrangeiras ao banco depositário. No Nível 3, será necessário fazer uma IPO (Initial Public Offering), com lançamento das novas ações por meio de uma oferta pública na bolsa.

Tenha uma tática de investimento

Para investir em ADRs brasileiras na bolsa americana, também é bastante recomendável que você tenha uma boa tática de investimento. Aliás, vale ressaltar que nosso país ocupa um lugar de destaque nos Estados Unidos, sendo um dos principais e mais relevantes fornecedores de American Depositary Receipts para o mercado de lá.

São cerca de 30 instituições daqui, com destaque para Ambev, Petrobras, Bradesco, Gerdau, Vale e Itaú, por exemplo, com produtos que movimentam aproximadamente 1,3 bilhão de dólares por dia. Você precisará, portanto, escolher os ativos que melhor se enquadram na sua carteira, angariando conhecimentos para fazer as melhores aquisições.

Conte com uma boa plataforma

Por fim, para investir em ações brasileiras nos EUA ou em qualquer outro tipo de ativo, contar com uma boa plataforma pode ser muito interessante. Trata-se de uma ferramenta que ajuda bastante a vida do investidor, especialmente quando possui a expertise de uma empresa especialista no fornecimento de soluções para o mercado financeiro.

Na Fast Trade, você terá funcionalidades excepcionais, como o acompanhamento de negociações em tempo real, para mercados como NYSE (ADRs brasileiras), NASDAQ, Dow Jones, Moedas e Taxas e muito mais. Com isso, é possível montar estudos, traçar gráficos e se aprofundar no dia a dia do segmento, orientando suas futuras movimentações.

Agora que você já sabe o que são ADRs, considere tal alternativa para diversificar sua carteira e adquirir produtos que possam proporcionar bons resultados para a sua vida como um investidor.

Gostou de aprender o que são ADRs e como investir em ações brasileiras no EUA? A Fast Trade é uma plataforma de negociações ideal para quem opera com ativos de renda variável e precisa de dinamismo e facilidade em uma ferramenta. Conheça!




Sobre o autor