Blog

Investidor Arrojado

Renda ativa e renda passiva: entenda quais são as diferenças

Por Bruna Santos
10 fevereiro 2021 - 18:18 | Atualizado em 11 fevereiro 2021 - 18:36
Renda ativa e renda passiva: entenda quais são as diferenças

Um dos conhecimentos fundamentais que um investidor precisa antes de atuar no mercado financeiro é saber o que é renda ativa e renda passiva. Isso permitirá que a pessoa consiga alcançar seus objetivos, sua independência financeira e a qualidade de vida que busca por meio dos investimentos.

Apesar de ambos os conceitos serem formas de obter retorno financeiro, existem diferenças significativas entre renda ativa e passiva. Continue lendo este conteúdo para entender mais sobre o assunto!

O que é renda ativa?

A renda ativa é gerada por meio do trabalho constante de uma pessoa, que precisa dedicar certas horas por dia para realizar um serviço que lhe gera retorno financeiro. Na prática, troca-se tempo, conhecimento, esforço e mão de obra por dinheiro.

Esse tipo de renda pode ser obtido de diferentes formas: um emprego de carteira assinada, prestação de serviço autônomos, venda de produtos, entre outras possibilidades. Porém, a renda ativa cessa quando a pessoa para de realizar seu trabalho. Isso significa que quem só lida com renda ativa é financeiramente dependente da sua atividade.

O que é renda passiva?

É a renda adquirida sem a necessidade da realização de atividades constante. Mas isso não significa que quem tem uma renda passiva deve parar de trabalhar. Por exemplo, é possível continuar realizando suas atividades e fazer investimentos para receber renda passivamente, o que maximiza seus ganhos.

Para conseguir uma renda passiva, é necessário ter um esforço inicial que consiste em adquirir educação financeira. Depois que se consegue lucro, ainda é preciso que manter disciplina e estudo contínuo para aperfeiçoar seu controle financeiro.

É o caminho para conquistar a independência financeira, ou seja, a capacidade de sobreviver apenas com seus rendimentos financeiros. Isso acontece quando não é mais necessário se manter em um emprego fixo para continuar tendo uma vida de qualidade, já que é possível viver apenas de sua renda passiva.

Há diferentes formas de obter essa renda, e uma das principais é efetuando investimentos no mercado financeiro. Trata-se da aquisição de diferentes ativos, como títulos bancários, ações, debênture, entre outras alternativas.

Nesse caso, o rendimento gerado será variável, ou seja, pode aumentar ou diminuir conforme as decisões que você toma sobre os investimentos. Para receber uma boa renda passiva, é necessário ter à disposição uma plataforma que forneça o máximo de informações sobre o mercado financeiro e investimentos, como o Fast Trade.

Essa tecnologia mostra gráficos de cotações, apresenta as ações em alta e em baixa, dispõe de um simulador em tempo real para que você teste seus conhecimentos, gera relatórios para organizar suas finanças, disponibiliza um feed de notícias e muito mais.

Como definir o estilo de vida a levar?

Cada um conta com seu próprio objetivo financeiro. Entretanto, é importante que sejam bem planejados, pois muitas pessoas que não buscam a renda passiva precisam continuar trabalhando mesmo após a aposentadoria. Para quem deseja expandir seus ganhos, alcançar a independência financeira e um futuro de qualidade, agregar os dois tipos de renda na sua filosofia de vida é o primeiro passo!

A renda ativa e a renda passiva podem ser conquistadas simultaneamente por qualquer um, mas se lembre que é preciso de muito estudo sobre educação financeira. Como vimos, também é interessante usar uma plataforma que permita simulações dos seus investimentos e ofereça gratuitamente um período de testes.

Quer aprender cada vez mais sobre investimentos e educação financeira? Acesse, curta e siga já a nossa página do Facebook para acompanhar nossos próximos posts!




Sobre o autor