Blog

Investidor Arrojado

O que são as Blue Chips e qual é o seu papel dentro do mercado de ações?

Por Bruno Zago
09 setembro 2021 - 11:30
blue chips

O mercado financeiro é um segmento repleto de detalhes e expressões que podem soar um pouco estranhas para quem não está tão familiarizado com a Bolsa de Valores e com as suas principais atividades. Pensando nisso, preparamos este post explicando o que são as Blue Chips e qual é o seu papel dentro do mercado de ações.

Essa é uma opção que sempre chamou a atenção de investidores, mas que vem ganhando ainda mais destaque nos últimos tempos, especialmente se considerarmos que passamos por momentos de turbulência econômica e a procura por mais segurança se tornou recorrente. Continue lendo e aprenda mais sobre o tema!

Afinal, o que são as Blue Chips?

As chamadas Blue Chips são ações de empresas que apresentam um melhor perfil de segurança para o investidor, ou seja, são opções de primeira linha, que dificilmente trarão prejuízos inesperados. A origem do nome vem do inglês e está relacionada com as fichas azuis do pôquer e com outros jogos, já que elas costumam valer mais do que as outras.

Em resumo, podemos dizer que as Blue Chips são muito procuradas e, por conta disso, tendem a apresentar uma elevada liquidez, estando entre as mais negociadas no dia a dia das Bolsas de Valores. Para reconhecer uma Blue Chip, você pode pesquisar o mercado ou observar que ações estão no topo das mais negociadas em diversos pregões.

Quais são as características das Blue Chips?

As ações Blue Chips, como você pôde observar acima, estão relacionadas com maior segurança e liquidez, uma vez que pertencem, via de regra, às empresas que apresentam excelentes e constantes desempenhos no seu segmento. Algumas de suas características mais marcantes são, por exemplo, a forte geração de caixa e o crescimento constante.

Também podemos incluir na lista de predicados das Blue Chips o alto valor de mercado, além da capacidade em oferecer uma boa relação com os seus acionistas e uma excelente governança corporativa. Com isso, elas se tornam uma escolha certeira para quem quer ter mais segurança ou conseguir garantias no processo de diversificação.

Quais são as principais?

Agora que você já aprendeu um pouco mais sobre as vantagens e as características das Blue Chips, é bem provável que esteja querendo investir em algumas delas. Para isso, você deve saber que essa classificação é especulativa, ou seja, não há uma lista oficial criada pela Bolsa de Valores brasileira sobre quais ações se enquadram nesse perfil.

No entanto, algumas empresas são facilmente identificáveis como Blue Chips. Na Bovespa, algumas das mais famosas são a Petrobras (PETR4), do ramo de petróleo, a Ambev (ABEV3), do segmento de bebidas, a Cemig (CMIG4), da área de energia, a Vale (VALE3), de mineração e bancos, como o Itaú Unibanco (ITUB4), o Bradesco (BBDC4) e o Banco do Brasil (BBAS3).




Sobre o autor