Blog

Investidor Arrojado

Como é feita a análise de riscos financeiros no trade?

Por Leonardo Reis
25 novembro 2021 - 13:16
riscos financeiros

Operar no mercado de ações é sempre um risco, pois as opções que contam com melhores tendências de rentabilidade acabam sendo, invariavelmente, as que se tornam mais sensíveis a oscilações e à motilidade do setor. Por isso, se você quer ter um pouco mais de segurança, saber como é feita a análise de riscos financeiros no trade pode ser muito importante.

O lado bom dessa história é que existem maneiras inteligentes e estratégicas de gerenciar essa situação, conseguindo mais equilíbrio e evitando perdas significavas, mantendo sua carteira em sintonia com o seu perfil de investidor e seus objetivos. Quer descobrir como fazer isso? Então, continue lendo este conteúdo!

Estude sobre economia e mercado

Para fazer uma boa análise de riscos financeiros no trade, você não pode deixar de aumentar os seus conhecimentos sobre o tema. Para isso, você precisa estudar o mercado financeiro e suas numerosas possibilidades, visto que o setor pode sofrer com oscilações causadas pelos mais variados fatores, o que influencia diretamente no preço e na demanda das ações.

Você precisa entender sobre o desempenho de empresas, o comportamento de governos, o papel de commodities e assim por diante, buscando toda e qualquer informação que possa fazer diferença para um trader. É crucial compreender o cenário macroeconômico, pois os ativos sempre estarão sob a influência dos fatores internos e externos.

Saiba como definir o stop loss

Para entrar no mercado de ações e manejar os riscos financeiros no trade, você precisa estar familiarizado com o conceito de stop loss. Trata-se de uma ordem automática de vendas de ativos, que pode ser programada com a sua corretora em relação às suas aplicações. É uma reação a possíveis perdas, um recurso importante para qualquer investidor.

Você pode fazer isso depois de definir suas estratégias, estipulando um valor mínimo para que seja disparado o comando de saída de posição. Com isso, você evita prejuízos ainda maiores, conseguindo se manter em um patamar em sintonia com seu perfil, suas expectativas e possibilidades. Esse gerenciamento, portanto, é essencial para um trader de sucesso.

Limite o número de operações

Por fim, para fazer a análise de riscos financeiros no trade, você não pode deixar de limitar o número de operações simultâneas abertas. Essa é uma atitude lógica, visto que permite que você domine e avalie suas operações de forma mais clara. Com um volume menor, você consegue ter mais atenção e dedicação para cada um dos seus ativos.

No day trade, é comum ter muitas aplicações simultâneas. No entanto, ainda assim, é interessante estipular um limite, de maneira que você domine suas responsabilidades naquele momento. Com o passar do tempo e conforme você vai ganhando mais experiência com as ações, você pode ser um pouco mais flexível com a quantidade de trabalhos abertos.

Como você viu, investir pode ser tão vantajoso quanto desafiador. É fundamental aumentar os seus conhecimentos e ganhar experiência no mercado. Para isso, a Fast Trade disponibiliza a plataforma RMS (Risk Management System), que ajuda a entender o mercado e avaliar os riscos dos investimentos.

Gostou de aprender como é feita a análise de riscos financeiros no trade? Quer contar com uma ferramenta para ajudá-lo a aprender mais sobre o mercado? Então, conheça nossa plataforma!




Sobre o autor