Blog

Investidor Moderado

Você sabe o que observar além da corretagem zero?

Por Pamela Fiamoncini
14 outubro 2021 - 13:20
corretagem zero

Para investir com sucesso nos dias de hoje, é imprescindível aumentar os nossos conhecimentos, de forma que seja possível compreender como funciona o mercado financeiro e quais são as variáveis que podem influenciar na nossa lucratividade. Por isso, preparamos este conteúdo mostrando o que observar além da corretagem zero.

Essa é uma tendência que vem ganhando espaço ultimamente, vindo ao encontro das demandas e expectativas dos investidores, que buscam melhores soluções e opções menos dispendiosas na hora de aportar o seu dinheiro. Quer aprender mais sobre o assunto? Então, continue lendo este post!

O que é corretagem zero?

Você já deve ter ouvido falar que cobrar a taxa de corretagem é muito comum no mercado de ações. Ela está relacionada com um valor específico, que é destinado às corretoras como uma remuneração pelo serviço de intermediação que prestam para seus clientes nas negociações de compra e venda de ativos na Bolsa de Valores.

Nos últimos tempos, vem ganhando espaço a corretagem zero, que ocorre quando uma corretora opta por não cobrar essa quantia e busca receitas de outra maneira. Ou seja, nesse caso, não será necessário pagar nada para investir, enviar ordens e entrar em operações, facilitando o acesso aos investimentos para qualquer pessoa.

O que observar além da corretagem zero?

Agora que você já sabe o que é corretagem zero, deve estar pensando em buscar uma corretora que ofereça esse benefício, não é mesmo? Embora essa seja uma boa ideia para fazer seus investimentos, existem outros fatores com os quais você precisa se preocupar, de forma a encontrar uma empresa idônea e realmente vantajosa.

Comece fazendo uma boa pesquisa, usando a internet para avaliar a credibilidade e o nível de satisfação de clientes antigos. No site do Tesouro Direto, por exemplo, você encontra uma lista de instituições habilitadas para esse tipo de aplicação. Também é importante avaliar quais são as outras taxas cobradas, pois a de corretagem não é a única.

Quais as outras taxas cobradas pelas corretoras?

Como dissemos, existem outras taxas que são cobradas, mesmo quando a empresa atua com corretagem zero. Elas precisam ser consideradas, entrando na equação na hora de decidir como você vai investir o seu dinheiro. Até impostos devem ser observados, como o ISS, que é obrigatório e cobrado pelo governo quando você faz operações na Bolsa.

Falando sobre as corretoras propriamente ditas, existe a famosa taxa de custódia, que é uma alíquota referente ao armazenamento de títulos ou ações. Na prática, ela funciona mais ou menos como um aluguel, que a empresa recebe para que os seus investimentos fiquem ali. Vale pesquisar bastante, pois existem boas variações de corretora para corretora.

Agora você já sabe o que é corretagem zero. Lembre-se de que é muito importante entender mais sobre o funcionamento dos ativos, de forma a assegurar os seus lucros e ter bons rendimentos com os seus investimentos!

Gostou de aprender o que observar além da corretagem zero? Então, confira nosso outro post que mostra o que é nota de corretagem e como funciona!




Sobre o autor