Blog

Investidor Arrojado

Veja como declarar os ganhos e perdas de day trade no Imposto de Renda

Por Thiago Figueiredo
02 setembro 2021 - 10:10 | Atualizado em 01 setembro 2021 - 10:41
day trade no imposto de renda

Nos últimos tempos, o mercado financeiro vem chamando a atenção de muita gente e até mesmo as pessoas que nunca se arriscaram em investimentos mais rentáveis estão buscando alternativas a aplicações mais tradicionais como a poupança. Sendo assim, saber como declarar os ganhos e perdas de day trade no Imposto de Renda pode ser muito importante.

Essa é uma modalidade bastante arrojada e que também pode proporcionar excelentes retornos, sobretudo para quem já têm um bom conhecimento do ramo. Naturalmente, os lucros obtidos podem sofrer tributação. Continue lendo e aprenda mais como isso funciona na prática.

Afinal, o que é day trade?

O day trade é um tipo de investimento no qual a ideia é obter lucros em prazos muito curtos, comprando e vendendo ações e outros ativos em um dia, dentro do mesmo pregão. Da mesma forma que isso pode ser vantajoso, os riscos também são maiores, o que demanda que essa operação seja mais indicada para investidores com um bom conhecimento de mercado.

É preciso declarar o day trade no Imposto de Renda?

No mercado de ações, algumas operações são isentas de IR até um certo valor. Porém, isso não ocorre com o day trade, que é tributado em 20% do lucro mensal, independentemente do montante negociado. É preciso preencher um DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais) e pagar a quantia devida até o último dia útil do mês seguinte à transação.

Como declarar ganhos e perdas de day trade no Imposto de Renda?

Agora que você já aprendeu o que é day trade e descobriu que é preciso declarar os lucros obtidos nesse tipo de operação no Imposto de Renda, vamos dar algumas dicas para que você não tenha problemas com o Leão. Confira abaixo algumas delas.

Encontre o local certo

O primeiro passo para declarar ganhos e perdas de day trade no IR é encontrar o local certo para isso. Ele está na ficha “Bens e Direitos” da sua declaração. Ali, você deve selecionar o código “31” para “ações” e, em “Rendimentos Variáveis”, clicar em “Operações Comuns/Day Trade”, informando, mês a mês, os valores obtidos em lucros e prejuízos.

Anote os ganhos e perdas

Uma vez que você precisa declarar os ganhos e perdas de day trade no Imposto de Renda, nada mais recomendável do que separá-los e anotá-los. Crie uma planilha e, todos os meses, faça essa divisão de acordo com o tipo de investimento. Dessa maneira, você não perde tempo na declaração anual separando ações, índices, dólar etc.

Separe as notas de corretagem

Uma dica muito importante para quem quer aprender como declarar ganhos e perdas de day trade no Imposto de Renda é separar todas as notas de corretagem e solicitá-las para sua corretora. Isso é fundamental, pois é ali que você poderá encontrar as informações e dados necessários para fazer a sua declaração.

Agora você já sabe como declarar os ganhos e perdas de day trade no Imposto de Renda. Faça disso um hábito todos os meses, pois a falta da declaração pode trazer dores de cabeça e até mesmo multas, que acabarão minando parte dos seus rendimentos.

Gostou de aprender como declarar os ganhos e perdas de day trade no Imposto de Renda? Quer ficar mais familiarizado com o mercado financeiro? Então clique aqui e conheça melhor a nossa plataforma.




Sobre o autor