Blog

AçõesSaúde FinanceiraTrader

Saiba o que é Hedge, seus tipos e vantagens da estratégia

Por Fast Trade
22 fevereiro 2022 - 12:04 | Atualizado em 27 maio 2022 - 10:37

Não é novidade para ninguém que o mercado financeiro é repleto de excelentes oportunidades de lucratividade, mas que os rendimentos costumam ser mais ou menos proporcionais aos riscos que oferecem. Pensando nisso, resolvemos preparar um post mostrando o que é Hedge, seus tipos e vantagens da estratégia.

Trata-se de uma opção que pode ser bastante interessante para alguns perfis de investidores, mas que também demanda um bom conhecimento sobre o assunto, de forma a compreender sua função primordial e qual o momento adequado para aplicá-lo. Quer descobrir como fazer isso? Continue sua leitura!

Afinal, o que é Hedge?

O termo Hedge deriva do inglês e pode ser traduzido como “cerca” ou “barreira”. No mercado financeiro, isso faz todo o sentido, tendo em vista que é uma estratégia utilizada com o intuito de proteger algo valioso contra uma oscilação inesperada de preços que pode ocorrer em crises ou mesmo quedas súbitas que são recorrentes nas operações diárias.

Com isso, investimentos e ativos, como commodities, dólares ou ações, são assegurados, como ocorre em seguros de casas e carros, que minimizam os prejuízos em caso de furtos, incêndios ou qualquer outro problema. O Hedge é muito usado, por exemplo, por produtores agrícolas, com o objetivo de se proteger em caso de um tombo nos preços dos seus produtos.

Quais os tipos de Hedge?

Já deu para entender a lógica de utilização do Hedge, não é mesmo? No entanto, vale ressaltar que ele conta com alguns tipos, dependendo do ativo que será assegurado. Um dos principais é o Hedge cambial, empregado em operações com o câmbio, sobretudo em dólar e em contratos futuros sobre o valor da moeda.

Outra alternativa muito recorrente nos dias de hoje é o hedge de investimentos, com foco em renda variável, no mercado de opções. Neste caso, os investidores podem efetivar a aquisição de uma ação a um preço limite, mesmo se ela for precificada depois por valores mais caros. O mesmo vale, inclusive, na hora de formalizar uma venda.

Quais as vantagens do Hedge?

O Hedge é uma das estratégias que podem oferecer mais vantagens para alguns perfis de investidores. No entanto, é sempre importante ressaltar que, como quase tudo no mercado financeiro, para praticar o Hedge é imprescindível ter conhecimentos aprofundados sobre o ramo e não menosprezar a capacidade de intuição econômica.

Dessa maneira, é possível ter mais segurança nas suas aplicações, além de comprar ativos com preços menores do que os de mercado e vender por quantias maiores. Além disso, há mais possibilidades de diversificar a carteira e ganhar maior rentabilidade, desde que a tática seja aplicada do jeito e no momento adequado.

Como você pôde ver, o Hedge é uma estratégia comum e que pode ser bastante vantajosa, desde que o investidor saiba o que está fazendo e tenha bons conhecimentos a respeito das nuances do mercado financeiro.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então assine a Fast Break e receba as notícias mais relevantes do momento!




Sobre o autor