Blog

AçõesInvestidor InicianteInvestimentos

Day trade ou buy and hold: qual é a melhor estratégia?

Por Fast Trade
10 fevereiro 2022 - 17:00 | Atualizado em 27 maio 2022 - 15:01
Descubra qual estratégia combina mais com o seu investimento

Quando você vai começar a pesquisar mais sobre o mercado de ações e entender melhor sobre ele, é comum se deparar com diversas estratégias de investimentos, portanto, a dúvida entre day trade ou buy and hold acaba sendo comum a todos que estão iniciando sua jornada nesse mundo.

Dessa forma, este conteúdo foi feito para sanar todas as suas dúvidas, a fim de que você possa entender melhor como escolher entre essas duas estratégias. Para saber mais, leia o conteúdo até o final!

O que é e como funciona o day trade?

A estratégia chamada de day trade consiste em utilizar as variações diárias dos preços nos ativos, sejam do mercado acionário, opções ou até mesmo de contratos futuros, para realizar lucros em um prazo menor que 24 horas, podendo durar poucos minutos.

Dessa forma, para seguir essa estratégia, você deve realizar operações que se encerrem no máximo no mesmo dia. Essa estratégia é comumente utilizada junto à análise técnica de investimentos para entender e ter mais precisão em uma operação.

Para se utilizar do day trade, você precisa de muita disciplina e é interessante ter as seguintes habilidades:

  • possuir bastante conhecimento sobre análise técnica para entender potenciais entradas e saídas;
  • conseguir realizar a gestão de diversas operações ao mesmo tempo;
  • utilizar uma plataforma de investimentos que dê os indicadores necessários para você operar da melhor forma possível;
  • gerenciar riscos para não expor demais o seu patrimônio a essa estratégia.

Muitos investidores ficam na dúvida sobre qual é a melhor estratégia para eles, principalmente entre day trade ou buy and hold. No caso específico do day trade, é interessante que você tenha tempo parar operar e possa operar diariamente, sendo uma estratégia que foca em tentar obter lucros no curto prazo.

No day trade, um dos principais pontos de atenção do investidor é relacionado ao controle de sua ansiedade e definição de seu plano de trading, seja para montar uma nova operação, seja para encerrar uma operação que ele acabou de iniciar.

Já o buy and hold está mais voltado para o longo prazo, em que você faz outro tipo de análise para decidir realizar o investimento ou não e pode, inclusive, passar até décadas com o mesmo ativo em carteira, sendo estratégias praticamente opostas.

Vale ressaltar que pouquíssimos profissionais acabam tendo lucro no day trade, principalmente devido a sua complexidade e ao nível de conhecimento para conseguir ter lucro sequencialmente em diversas operações.

Dessa forma, o ideal é que você estude muito antes de começar a realizar esse tipo de estratégia e, caso faça, conte com plataformas que vão poder auxiliar você. Outra dica é pesquisar corretoras, para que você não gaste dinheiro com a taxa de corretagem, pois isso pode diminuir seus lucros no day trade.

O que é e como funciona o buy and hold?

O buy and hold é o método de investimentos que tem o objetivo do investidor obter ganhos no longo prazo, ou seja, após vários anos com aquele determinado ativo. Para conseguir esse lucro, não necessariamente você tem que vender o ativo, pois pode também receber dividendos.

A escolha de quais empresas, fundos imobiliários ou ativos investir no buy and hold está muito relacionada à análise fundamentalista. Ou seja, a entender onde a empresa está posicionada, quem são seus concorrentes, quais são as suas vantagens competitivas, quais são seus planos futuros, seu grau de endividamento, seu balanço patrimonial e vários outros indicadores de ações.

Após realizar essa análise, o investidor pode selecionar a empresa para fazer parte de sua carteira e vai fazendo o acompanhamento, por muitas vezes apenas anualmente do desempenho da companhia.

A partir desse acompanhamento, ele pode entender se a empresa está conseguindo executar sua estratégia ou se surgiu um novo competidor que pode acabar atrapalhando seus planos e mudando o rumo do setor em que a empresa está inserida.

Cabe ressaltar que não necessariamente apenas por fatores externos a empresa pode se desvalorizar, mesmo após vários anos. Podem acontecer por exemplo, denúncias de corrupções que foram feitas pela atual gestão ou outros tipos de problemas internos que levam a companhia ao fracasso.

Dessa forma, mesmo no buy and hold, caso a empresa não faça mais sentido para a carteira do investidor e ele não acredite mais no potencial de valorização dela para o longo prazo, ele pode acabar se desfazendo de suas ações.

O buy and hold é um dos métodos de investimentos mais conhecidos, utilizado por Warren Buffet, Charlie Munger e diversos outros renomados investidores mundialmente. Um dos principais pontos relacionados a ele está na paciência do investidor. Dessa forma, ele deve acompanhar a empresa por um longo período para, após isso, aproveitar-se da valorização dela caso ele queira se desfazer dela.

Além da paciência, o investidor deve procurar entender um pouco sobre contabilidade para poder avaliar seus indicadores e também sobre o mercado, modelo de negócios e outros pontos relacionados para decidir fazer o investimento ou não.

Qual vale mais a pena: day trade ou buy and hold?

Seja day trade ou buy and hold, é necessário bastante estudo e entendimento para que você possa aplicar essas estratégias de investimentos com sucesso. Por elas duas serem bastante opostas, acabam atraindo diferentes perfis de investidores, sendo bastante comum alguém que já fez buy and hold depois de um tempo adotar a estratégia do day trade e vice-versa.

Além disso, não necessariamente você precisa usar ou day trade ou buy and hold. Você pode adotar essas estratégias de maneira complementar, utilizando a análise técnica junto à análise fundamentalista.

Por exemplo, se alguma determinada ação se desvalorizou excessivamente e tem um grande potencial de mercado, está com seus indicadores financeiros bons e você conseguiu identificar isso por meio da análise fundamentalista, você pode usar a análise técnica de maneira complementar e emitir uma ordem de compra, imaginando que a empresa vai se recuperar parcialmente naquele dia e irá se valorizar até o final do pregão da Bolsa de Valores.

Dessa forma, podemos dizer que, entre day trade ou buy and hold, a melhor opção é aquela que faz mais sentido pra você no momento, já que ambas têm objetivos diferentes e, consequentemente, estilos de investidores diferentes.

Se você conseguiu entender mais sobre day trade e buy and hold e agora já sabe qual estratégia faz mais sentido para você, assine nossa newsletter para continuar acompanhando o conteúdo e ter acesso a mais informações sobre o mercado financeiro.




Sobre o autor