Blog

Investidor Arrojado

Quais são os tipos de BDRs e por que vale a pena investir?

Por Rogério Martins
16 setembro 2021 - 11:42 | Atualizado em 16 setembro 2021 - 11:49
tipos de bdrs

O mercado financeiro oferece um leque quase infinito de possibilidades para quem consegue adquirir bons conhecimentos sobre o setor. Existem investimentos que podem atender a todos os perfis, desde os super arrojados até os mais conservadores. Pensando nisso, preparamos um post explicando quais são os tipos de BDRs e por que vale a pena investir. Continue a leitura e aprenda mais sobre o assunto!

Afinal, o que é um BDR?

A sigla BDR quer dizer Brazilian Depositary Receipt, ou seja, nada mais é do que um certificado de depósito negociado no Brasil representando títulos de empresas que estão listadas nas bolsas de valores do exterior.

Trata-se de uma alternativa simplificada para quem deseja investir em ações sediadas em mercados de outros países. A questão é que, ao aportar recursos em BDR por aqui, você não terá a necessidade de abrir uma conta em corretoras estrangeiras, trazendo maior praticidade.

Essa solução viabiliza o fácil acesso aos títulos de uma série de empresas listadas no exterior, o que contribui para a diversificação da carteira, por exemplo. Vale lembrar que, para maior segurança e fidedignidade, todas as altas ou quedas que ocorrem nas bolsas originais são reproduzidas nos BDRs transacionados por aqui.

Quais os tipos de BDR?

Entendeu o que é BDR e está pensando em investir? Então, você precisa conhecer os seus tipos. Por serem originários de países estrangeiros, esses ativos possuem uma série de regras para negociação, sendo divididos em categorias. Os não patrocinados, por exemplo, são recibos emitidos pela instituição depositária local, como bancos ou a própria B3.

Já os BDRs patrocinados são aqueles nos quais a empresa emissora das ações tem interesse em negociá-las aqui e paga por isso. Eles podem ser divididos em níveis, de acordo com a distribuição e as informações oferecidas aos investidores. Enquanto o nível I segue as regras aplicáveis para empresas brasileiras, os níveis II e III permitem negociações mais amplas entre os investidores.

Vale a pena investir em BDR?

A resposta para essa pergunta, assim como em quase tudo o que é relacionado ao mercado financeiro, depende dos seus objetivos, perfil de investidor e do momento da economia. No entanto, como regra, investir em BDRs pode ser uma excelente alternativa, principalmente para quem deseja uma carteira de investimentos equilibrada e rentável.

Afinal, a diversificação contribui para isso e pode ser conseguida, com maior nível de eficiência, se você contar também com ações negociadas em solo estrangeiro. No entanto, vale lembrar que tudo o que for gerado em termos de lucros e dividendos pode ser taxado e você ainda deve pagar o IOF, que é de 0,38%.

Agora você já está por dentro do que é e quais são os tipos de BDRs existente. O próximo passo é analisar a sua carteira para avaliar se essa opção está em sintonia com o que você deseja no momento!

Achou útil e interessante aprender sobre os tipos de BDRs e por que vale a pena investir? Não deixe de postar o seu comentário aqui no blog!




Sobre o autor