Blog

Investidor Arrojado

O que é e como pode ser feita a transferência de custódia?

Por Gustavo Tavares
26 fevereiro 2021 - 17:36
O que é e como pode ser feita a transferência de custódia?

A transferência de custódia é o processo que acontece quando o investidor deseja mudar a corretora que realiza a custódia dos seus investimentos. Esse processo é feito de maneira gratuita e pode ser realizado a qualquer momento, existindo diferentes passos a depender da corretora. Porém, de uma maneira geral, o processo como um todo é similar para todas elas.

Uma das principais motivações para fazê-lo é quando o investidor está insatisfeito com o suporte ou atendimento da sua corretora, conseguiu condições melhores em outra instituição, deseja utilizar um melhor home broker ou outras funcionalidades que não estão presentes na corretora atual dele. Com isso, este conteúdo foi feito para que todos possam entender o passo a passo de como realizar a transferência de custódia. Para saber como ele funciona, leia até o final!

Passo a passo de como fazer a transferência de custódia

Abaixo vamos mostrar o passo a passo completo de como fazer a transferência de custódia, confira!

1. Abra uma conta na nova corretora

Pesquise outras corretoras e avalie se elas são a melhor opção para você ou não. A partir disso, se você encontrou uma corretora melhor, mesmo possuindo uma conta na sua corretora atual, faça a abertura de uma conta nela.

2. Solicite o formulário de Transferência de Valores Mobiliários

Cada corretora possui um formulário de Transferência de Valores Mobiliários. Dessa forma, o ideal é que você realize o preenchimento dele e informe todos os dados solicitados. Para pedi-lo, basta entrar em contato com o setor de suporte e/ou atendimento da sua corretora atual.

3. Envie o formulário

Após preencher e confirmar todos os dados, incluindo os dados da corretora atual (cedente), os dados da nova corretora (cessionária) e as informações sobre todos os investimentos que você deseja transferir, envie o formulário de Transferência de Valores Mobiliários para a sua corretora atual.

4. Aguarde a finalização do processo

Espere o processo acabar, o que geralmente leva alguns dias úteis, variando principalmente de acordo com a rapidez que a sua corretora atual faz isso. É importante salientar que você deve estar atento, principalmente se fizer isso em momentos de recebimento de dividendos, juros sobre capital próprio ou outras bonificações. Afinal, estes podem acabar sendo depositados na sua corretora antiga em um primeiro momento, já que, quando eles foram programados para serem transferidos, sua custódia ainda estava com ela.

Como escolher a corretora ideal para a transferência de custódia?

Para escolher a corretora ideal para realizar a transferência de custódia, você deve entender quais são as suas principais necessidades e pesquisar qual corretora é capaz de atendê-las da melhor maneira possível.

Além do suporte e do atendimento rápido e diversificação na escolha de ativos, como CDBs ou operar de maneira mais fácil no mercado futuro, um dos grandes diferenciais e motivos para troca de corretora atualmente é o valor cobrado pela corretagem. Dessa forma, entenda qual o valor máximo que deseja pagar ou se o ideal para você é não pagar esse tipo de taxa.

Contudo, saiba que, ao pagar por esse serviço, teoricamente você possui um melhor atendimento e melhores condições em relação às corretoras em que isso não ocorre. Portanto, não existe certo nem errado na escolha da corretora para realizar a transferência de custódia, pois isso vai depender de cada perfil do investidor.

Se você gostou deste conteúdo, compartilhe-o agora mesmo nas suas redes sociais para que outras pessoas também tenham suas dúvidas esclarecidas.




Sobre o autor