Blog

Trader

O que considerar para escolher o melhor Home Broker no mercado de ações?

Por Bruno Zago
18 novembro 2020 - 19:33

Se você quer investir no mercado de ações, terá que conhecer diversos termos e palavras que são utilizados somente no setor financeiro. Principalmente, terá que entender como é realizada a compra e a venda das ações, dos fundos imobiliários e de outros tipos de investimentos.

Um desses termos de mercado é o Home Broker. Trata-se de uma plataforma on-line que permite que os investidores façam a negociação de ativos financeiros, sendo utilizada principalmente para o mercado de ações.

Neste texto, explicamos tudo que você precisa saber sobre o tema. Confira e aprenda como escolher o melhor Home Broker de acordo com as suas necessidades!

O que é o Home Broker?

O Home Broker é uma plataforma ou sistema on-line que vai conectar os investidores, por meio de uma corretora, com a bolsa de valores. Dessa forma, ele permitirá que você possa comprar ou vender ações, fundos imobiliários e uma série de outros ativos financeiros.

Por meio dele, será possível emitir sua ordem de compra ou venda e adquirir um certo número de cotas de uma das empresas que estão na bolsa de valores por um determinado preço. Dessa forma, você começará a operar na bolsa.

Vale ressaltar que, atualmente, a maioria das corretoras permite que o Home Broker seja acessado tanto pelo computador quanto pelo smartphone. Portanto, ao utilizá-lo, você pode comprar e vender ativos na bolsa pelo celular.

Como escolher um bom Home Broker?

Hoje em dia, existem muitas corretoras. A depender da que você utilizar, ela oferecerá diversas plataformas e ferramentas de negociação para a bolsa de valores. Contudo, as principais características que você deve buscar para escolher um bom Home Broker são:

  • segurança;
  • rapidez;
  • eficiência;
  • estabilidade do sistema, principalmente.

Além disso, um ponto muito importante são as taxas cobradas pela corretora. Muitas já têm taxa zero e algumas contam com planos de corretagem relativamente baratos. Agora, você pode estar se perguntando: “por que algumas não cobram nada e outras cobram?”.

A resposta é simples. As corretoras que cobram alguma taxa geralmente têm o sistema mais estável, funcionalidades ou benefícios adicionais em relação às que contam com custo zero. No entanto, nem sempre essa premissa é verdadeira.

Dessa forma, o ideal é que você pesquise e conheça os vários Home Brokers disponíveis no mercado e principalmente os adéque à sua realidade financeira, para que os custos de corretagem não sejam elevados em relação ao valor que você vai investir.

Quais os pontos mais relevantes para escolher um Home Broker?

Alguns dos pontos mais relevantes para escolher um Home Broker são o design e a facilidade de uso. Afinal, quanto mais fácil for utilizar a plataforma, menor será a possibilidade de cometer algum erro — por exemplo, em vez de comprar um determinado ativo, fazer uma venda, ou vice-versa. Por fim, o suporte técnico também é muito importante para o caso de dúvidas específicas ou bugs na plataforma.

Portanto, o ideal é que você se sinta seguro com a corretora que vai utilizar para negociar ações e outros investimentos por meio do Home Broker. Confira os custos e as opções oferecidas pela plataforma e verifique se o suporte realiza o atendimento de forma rápida. Dessa maneira, você poderá escolher o melhor Home Broker, que seja bom e adequado para o seu perfil. Esse, com certeza, será o primeiro passo para realizar bons investimentos.

Após, seu próximo passo é entender o que avaliar nas empresas na hora de investir na bolsa de valores e, depois de escolher um determinado número de companhias, solicitar uma ordem de compra por meio do Broker escolhido. Quer saber como fazer essa avaliação? Então, confira mais um de nossos posts!




Sobre o autor