Blog

Trader

Miniguia com os principais códigos dos bancos e suas utilidades

Por Pamela Fiamoncini
09 junho 2021 - 10:28
código dos bancos

Você sabe o que é e qual é a importância dos códigos dos bancos? É necessário que você entenda sobre o assunto para que consiga realizar transferências com sucesso. Seja para uma instituição financeira, uma bancária ou até mesmo para uma corretora.

Com o intuito de ajudá-lo no assunto, neste conteúdo, explicamos qual é a finalidade desses código. Trazemos um exemplo prático de sua utilidade, listamos os códigos dos principais bancos e, no final, fornecemos dicas de como fazer transações seguras. Confira!

Qual é a finalidade dos códigos dos bancos?

Toda instituição financeira, corretora ou todo banco que atua no país tem um número próprio denominado “código de compensação”. O seu objetivo principal é o de informar o banco de destino quando uma pessoa vai realizar uma transferência para uma conta de outro, seja ela via TED ou DOC.

É fundamental colocar esse número corretamente no painel ou na página do banco no momento da transferência para evitar problemas na operação.

Por exemplo, imagine que você deva fazer uma transferência para a conta-corrente de uma corretora para fazer investimentos em títulos públicos, imobiliários, ações etc. Será preciso informar o código do banco correto, caso contrário, o depósito não será válido, e o depositante ainda arcará com a taxa relativa ao DOC ou TED.

Quais são os códigos dos principais bancos?

Existem várias instituições bancárias e financeiras no Brasil, mas algumas delas se destacam no mercado pelo grande volume de clientes e operações. Portanto, é relevante conhecer os seus códigos de transferência. Veja quais são eles, a seguir:

  • Banco do Brasil — 001;
  • Caixa Econômica Federal — 104;
  • Banco Citibank — 745;
  • Banco Rural — 453;
  • Banco Itaú — 341;
  • Itaú Unibanco Holding — 652;
  • Banco Bradesco — 237;
  • Banco Santander — 033;
  • Banco Safra — 422;
  • Banco do Nordeste do Brasil — 004;
  • Banco Mercantil do Brasil — 389;
  • Banco Rendimento — 633;
  • Banco Sicoob — 756.

Quando você se deparar com um boleto que contenha um número do banco que não bate com o nome, é possível que o documento seja falso. Por isso, sempre confira isso em qualquer tipo de operação.

Como é difícil memorizar todos esses números, lembre-se de salvar essa página nos favoritos do seu smartphone para consultá-la sempre que necessário.

Como fazer transações bancárias seguras?

Apesar de se tratar de um procedimento simples, é preciso ter cuidado para realizar depósitos TED ou DOC, já que todas as informações precisam estar corretas. Antes de iniciar a operações, você precisará ter as seguintes informações do destinatário:

  • CNPJ da empresa beneficiária;
  • número da agência;
  • número da conta bancária;
  • nome e código do banco.

Durante a transferência, aparecerá o nome da empresa ou pessoa que receberá o dinheiro. Se os dados não baterem — por exemplo, a razão social está diferente da que você conhece —, entre em contato com a instituição beneficiária e confirme-os.

Lembre-se de que, ainda que a transferência tenha sido realizada para uma conta errada, mas existente, a operação não poderá ser cancelada.

Quando você faz muitas transferências para uma corretora, é possível que a agência e o número da conta altere-se a cada depósito, já que ela pode ter várias contas. Entretanto, o CNPJ e o código normalmente se mantêm os mesmos, sendo importante ter atenção a esse detalhe antes de fazer as transações.

Percebe-se que é importante conferir os códigos dos bancos antes de realizar uma operação financeira, seja um TED, DOC ou até mesmo pagamento de boleto. Por isso, sempre confira nossa lista e lembre-se de nossas dicas para ter segurança nesses processos.

Tem dúvida, feedback, crítica ou opinião sobre o assunto? Então use o espaço a seguir para deixar um comentário no post!




Sobre o autor