Blog

Investimentos

Esclareça as suas dúvidas sobre o índice VIX!

Por Thiago Figueiredo
24 novembro 2020 - 15:05 | Atualizado em 25 novembro 2020 - 12:55
índice de rentabilidade

Ao tomar uma decisão no mundo dos investimentos, alguns dos principais fatores que você deve levar em conta são as referências e as análises do mercado. A partir de vários indicadores, você pode ter uma ideia se tem um bom ponto de entrada ou de saída e se deve ter um perfil mais arrojado naquele momento ou não.

Nesse cenário, o índice VIX é uma das principais alternativas utilizadas pelos investidores para a tomada de decisão no mercado financeiro. Para entender os motivos disso e como o VIX funciona, leia o conteúdo até o final!

O que é o índice VIX?

O índice VIX, em inglês, VIX Index, é um índice que vai medir o preço das 500 principais ações do mercado americano. Ou seja, é uma tentativa de medir a expectativa da volatilidade dessas ações nos próximos 30 dias.

Ele é principalmente utilizado como um indicador de risco. Quanto mais alto, maior a volatilidade do mercado. Ou seja, pode haver tanto uma maior valorização quanto uma grande desvalorização naquele momento.

Qual a composição do índice VIX?

Como citamos, o índice VIX mede a volatilidade das ações do S&P 500, ou seja, das 500 principais ações dos Estados Unidos. Quando o índice VIX está alto nos EUA, geralmente isso também impacta diversas outras bolsas de valores ao redor do mundo, inclusive a bolsa de valores brasileira.

Como é calculado o VIX?

O VIX foi criado pela bolsa de valores de Chicago, que apostou em uma fórmula para encontrá-lo. As principais variáveis levadas em conta são o volume de compra e venda das ações, a média de preços e as suas taxas de variação. Esses e outros parâmetros fazem parte de uma fórmula complexa que vai chegar à medida da volatilidade.

O índice VIX também é bastante conhecido como índice do medo. Isso porque, quando ele está muito alto, significa geralmente que o mercado está passando por quedas acentuadas. Um grande exemplo aconteceu recentemente, na crise do coronavírus, em que o VIX chegou a um dos patamares mais elevados registrados nas últimas décadas, devido aos diversos circuit breakers que ocorreram nas bolsas de valores.

Como usar o índice VIX?

Esse índice geralmente tem duas sinalizações. Quando ele está baixo, significa que o mercado está sofrendo pequenas oscilações, para cima ou para baixo nos últimos dias, e que provavelmente vai continuar assim. Contudo, como no exemplo citado, ele costuma aumentar de maneira repentina, pois geralmente as crises ou os problemas mundiais não acontecem de maneira lenta.

Portanto, você deve entender seu perfil de investidor, olhar o VIX, comparar o valor atual com o valor de períodos anteriores e decidir se esse é um momento de alocar mais capital na bolsa de valores ou se é melhor aguardar e ver o que vai acontecer nos próximos períodos.

Dessa forma, o índice VIX pode ser uma excelente referência para avaliar os riscos de determinado investimento em um certo período de tempo, e você pode usá-lo em conjunto com a análise técnica, gráfica, macroeconômica e setorial para decidir qual a melhor estratégia a ser aplicada na bolsa de valores naquele período.

Gostou das informações deste texto? Ficou alguma dúvida? Então, deixe seu comentário!




Sobre o autor