Blog

Investidor Arrojado

Carteira Recomendada de Ações: A chave para um abril de oportunidades!

Por Bruna Santos
08 abril 2021 - 20:47 | Atualizado em 08 abril 2021 - 20:50

A aceleração do ritmo de distribuição das vacinas trouxe boas perspectivas quanto à retomada do crescimento econômico no Brasil em 2021!

Essa onda de otimismo levou o Ibovespa a avançar 6% no mês de março, depois de margar uma queda de 7,52% no primeiro bimestre do ano.

No entanto, o agravamento da pandemia no país e o exponencial do número de mortes provocaram instabilidades, levando a pequenas correções na Bolsa brasileira.

Neste contexto, diversos ativos perderam valor abrindo boas oportunidades de entrada, tendo em vista que o cenário é promissor no curto prazo.

Considerando as particularidades de cada ativo e o potencial de retorno que apresentam, compilamos as carteiras recomendadas por 21 corretoras visando te ajudar a fazer a melhor escolha.

CLIQUE AQUI para fazer o download do arquivo!

Tendo em vista que nem todos os ativos apresentam a mesma performance, é preciso identificar aqueles que possuem maior potencial de valorização no período, seja no preço das ações, seja pelo pagamento de dividendos.

Além disso, o conhecimento dos analistas certamente será decisivo na hora alocar os recursos com eficiência, visto que, dentre tantas companhias disponíveis, é importante refinar a seleção de acordo com os objetivos.

E para fechar com chave de outro, abaixo está uma breve análise com os principais fundamentos das 3 ações mais recomendadas para abril. Confira!

 Vale (VALE3) – Em primeiro lugar nas recomendações das corretoras, a Vale é uma companhia que, devido à forte resiliência, apurou um lucro líquido de R$25 bilhões em 2020.

Em função dos baixos níveis de endividamento e a grande capacidade de geração de fluxo de caixa, as ações da companhia avançaram 146,8% nos últimos 12 meses e as projeções indicam que o crescimento deve continuar.

B3 (B3SA3) – Figurinha repetida nas carteiras das corretoras, a B3 continua entregando resultados pujantes, com forte incremento nas margens e níveis de receita extremamente competitivos.

Além disso, a forte demanda por ofertas públicas (IPOs) e os baixos níveis da Selic devem aumentar a atratividade da renda variável, atraindo mais investidores e um maior fluxo de capital para o mercado acionário brasileiro.

Gerdau (GGBR4) – Na terceira posição dentre as mais recomendadas, as ações da Gerdau devem continuar a se beneficiar com a forte demanda por aço, tanto no Brasil quanto no exterior.

Com resultados consistentes em 2020, a companhia tende a superar as projeções em termos de produção e exportação em 2021, o que deve se refletir em um crescimento exponencial dos níveis de receita, tendo em vista seus baixos níveis de alavancagem.

CARTEIRA RECOMENDADA DE AÇÕES ABRIL 2021




Sobre o autor