Blog

Investidor ArrojadoTrader

A diferença entre Análise Gráfica e Análise Técnica

Por Rodrigo Santos
25 agosto 2015 - 19:38 | Atualizado em 16 dezembro 2020 - 12:13
Ibovespa

Muitas pessoas se confundem na hora de definir a diferença entre Análise Gráfica e Análise Técnica, e acabam reconhecendo como uma coisa só: Análise Técnica. Pois saiba que, na verdade, não é tudo a mesma estratégia. Inclusive, as diferenças são muitas – e saber encontrá-las e entendê-las é muito importante.

Se fossemos classificá-las por “escolas”, diríamos que a Analise Gráfica está mais para a Psicologia, enquanto a Análise Técnica está mais para a Matemática. A Análise Gráfica estuda o comportamento de massa e usa basicamente o gráfico de preços para tirar uma conclusão sobre ele, como figuras gráficas, linhas de tendência, etc. A Análise Gráfica tem a intenção de mapear o comportamento psicológico da multidão de investidores.

A Análise Técnica estuda o comportamento dos preços e usa basicamente cálculos matemáticos e estatísticos sobre eles, resultando em indicadores técnicos como IFR, MACD, Médias Móveis, entre outros. Pessoalmente, me classifico como Grafista – uma pessoa que usa a Análise Gráfica e estuda a psicologia de massa.

Por que?

Porque o mercado é muito mais emocional do que racional. Temos provas concretas disso na crise de 2008, se lembram?

E você?

Já parou para pensar sobre isso? Tentar entender o mercado de capitais e não ter sobre esse assunto é como entrar em um jogo de futebol sem saber em qual time está jogando.

Saiba mais:

ebook




Sobre o autor