Blog

Trader

Mitos sobre day trader: conheça os 12 principais

Por Rodrigo Santos
26 março 2019 - 15:23 | Atualizado em 13 novembro 2020 - 11:06

Os vários mitos sobre day trader podem assustar os iniciantes que desejam ser esse tipo de investidor. Há muitas lendas sendo tratadas como verdade quando o assunto é essa modalidade de operação, e isso pode afastar quem deseja operar no day trade. Por isso, conhecer suas reais características é fundamental.

Neste post, você entenderá melhor o que não passa de mito e saberá o motivo pelo qual essas afirmações são tratadas como verdade. Acompanhe a leitura para esclarecer suas principais dúvidas e entender de fato qual é a realidade de cada uma dessas afirmações. Confira!

1. Operações são muito arriscadas

Esse é um dos principais mitos do day trader, e é muito fácil de entender. Com operações de curto prazo, é muito mais fácil entrar e sair de uma posição a qualquer momento. Assim, é possível evitar um gap muito grande, o que acontece em períodos maiores. O ativo varia por pouco tempo e o trader tem total controle.

Além disso, há também o stop loss, que facilita ainda mais a operação e a torna mais segura. O investidor determina qual é o valor mínimo que aceita que o ativo chegue, programando uma venda automática naquele nível. Dessa forma, em possíveis quedas de preço, o risco de prejuízo pode ser evitado ao máximo.

2. Demandam muito tempo do trader

Por ser composto de pequenas operações, o day trade deu origem ao mito de que é necessário ficar o dia todo em frente ao computador. Apesar de serem movimentos curtos, essa não é uma verdade. O principal motivo que desmente isso são as análises técnicas. Elas podem ser programadas em plataformas que emitem alertas e agilizam a operação.

O trader consegue acompanhar notificações sobre as ações que você tem interesse, fazendo isso por meio do computador ou, até mesmo, do seu smartphone. Assim, quando receberem uma indicação de possibilidade, conseguem entrar ou sair de uma posição. Outro recurso são os robôs de investimento, que são programados para realizarem essas compras e vendas automaticamente.

3. Operações são pouco vantajosas

Um dos mitos sobre day trader tem relação ao rendimento que cada uma das operações proporciona. A maioria deles são menores do que os de outras modalidades, no entanto, são muito mais frequentes, acontecendo diariamente. Esses pequenos ganhos podem, com a estratégia certa, gerar um grande lucro.

O problema é que muitos traders não sabem como operar nesse regime diário. Uma busca acelerada por conseguir muitos lucros no dia pode colocar tudo em risco. Nesse caso, o efeito contrário geralmente é obtido. Sem uma metodologia e sem o estudo correto, realmente há o risco de operações pouco vantajosas, com mais perdas do que ganhos ao longo do pregão.

4. Bolsa precisa estar em alta

Essa não é uma verdade, já que existem diferentes estratégias dentro da operação de day trade. Uma delas, que se mostra bem interessante, é a começar com uma operação “vendido”. Em vez de comprar um ativo e depois vendê-lo, o trader inicia apenas vendendo essa ação, sem que isso gere nenhum valor extra, sem taxa de aluguel e com uma corretagem diferenciada.

Nesses casos, a proposta do trader é simples: lucrar com a queda do preço de um ativo. Portanto, se diante da sua análise ele entender que esses valores vão cair, ele inicia sua operação vendendo. Após o preço sofrer a queda, ele pode comprar novamente para especular com o lucro mais à frente. Os ganhos acontecem de qualquer maneira nessas operações!

5. Corretoras faturam mais que o trader

Essa é uma afirmação recorrente, mas errada. Naturalmente, corretoras ganham no volume de entradas e saídas de posição, mas isso não quer dizer que o trader não tenha lucro. Primeiramente, esse mito surgiu com base na ideia de que o day trader faz muitas operações durante o dia. Como você já viu, isso não é necessariamente uma regra.

O day trade pode, sim, ser vantajoso, especialmente quando há metodologia e análise bem estruturadas regendo as operações. Assim, em vez de fazer muitas compras e vendas no mercado, esse investidor opera somente com os trades que tem certeza que serão vantajosos. Além disso, é fundamental conhecer todas as taxas, outro ponto que muitos traders pecam e, por isso, lucram pouco.

6. Operação demanda o dia inteiro

Esse é outro entre os principais mitos sobre day trader, também muito apoiado na ideia de que são necessárias muitas operações durante o pregão. Quem tem uma boa estratégia e trabalha em uma análise está pronto para fazer movimentos certos. Isso significa que durante várias vezes, em 1 ou 2 horas, o trader já realizou sua operação e obteve seus lucros logo no início do pregão.

Naturalmente, se você só trabalha de forma passiva, esperando os movimentos da bolsa, talvez seja necessário ficar o dia todo aguardando uma oportunidade. A não ser que você tenha esse desejo e esse tempo, nesse caso, pode ser interessante. No entanto, isso nunca deve substituir uma análise feita sobre bases sólidas. Só isso garante operações certeiras e que demandam menos tempo.

7. Níveis de estresse são muito mais altos

Esse tipo de operação, de fato, demanda mais dinamismo do investidor, mas dizer que elas são muito mais estressantes é apenas um dos mitos sobre day trader. Sendo assim, se uma posição abre e fecha no mesmo dia, não há nenhuma expectativa estendida que gere apreensão e ansiedade no trader. Em outras operações, o fato de passar de um dia para o outro em uma posição pode ser realmente estressante.

O day trade resolve tudo no mesmo pregão, sem carregar tensão para o próximo dia. É natural que as operações sejam mais rápidas, mas saber lidar com isso depende da estratégia do trader. Ter apoio de análises técnicas e de ferramentas que ajudam com alertas torna tudo menos estressante. O stop loss e os robôs de investimento também ajudam a entrar e sair de posições sem muitos riscos.

8. Indicadores não funcionam

Durante a análise de uma ação, vários são os indicadores utilizados. Estudar o volume, tendências ou osciladores faz total sentido, desde que você entenda que as informações trazidas pelos indicadores não são sinônima de “hora exata” para abrir ou fechar uma posição.

Essa crença — de que os indicadores apontam a hora certa de comprar ou vender uma ação — é um dos maiores mitos sobre day trader.

Dessa forma, é importante que você saiba que o funcionamento dos indicadores é perfeito dentro do que propõe: informar aspectos do preço que facilitam a tomada de decisão. Por isso, como trader, a sua obrigação é saber interpretar o que os indicadores demonstram, e não esperar que eles apontem a hora exata para você se decidir.

9. O uso de robôs investidores é muito arriscado

O risco envolvendo o uso dos robôs de investimento também está entre os maiores mitos do day trader. Na realidade, os robôs de investimento são extremamente úteis para quem investe em vários papéis.

Diferentemente dos humanos, eles são imunes a oscilações de humor, não sofrem de cansaço e não levam em consideração os diversos relatórios de analistas lidos durante a semana.

Entretanto, para uma operação com riscos minimizados, tudo depende da configuração do robô. Ao contrário do que muitos pensam, os robôs trazem tranquilidade e segurança, mas, desde que se utilize as estratégias corretas de automação dos trades.

10. Taxas são muito altas

Com o grande aumento do número de corretoras disponíveis no mercado atualmente, só paga altas taxasquem não pesquisa antes de alocar seus recursos. Dessa forma, a realidade é que operar no day trade nunca foi tão barato como é hoje.

11. O desgaste emocional é grande

A princípio, quem não conhece muito sobre day trade realmente acredita que essa modalidade pode resultar em altos níveis de estresse e em um grande desgaste emocional. Em um primeiro momento, essa análise pode até fazer sentido, afinal, abrir e fechar posições em um único pregão demanda esforço mental e psicológico.

Entretanto, essa é uma meia verdade. Isso porque quem opera em swing trade e dorme posicionado em uma ação, sofre muito mais graças às expectativas dos acontecimentos do dia seguinte.

Muitas vezes, inclusive, investidores perdem o sono acompanhando as movimentações do mercado externo para tentar prever o que está por vir no próximo pregão, principalmente se seus papéis estiverem no prejuízo.

Já no caso do day trade, o investidor dorme tranquilo, sabendo que amanhã é um novo dia e que seus lucros dependerão apenas da eficiência das suas estratégias. Sendo assim, o desgaste emocional pode ser considerado até menor do que outras modalidades de investimento. Portanto, não se deixe levar por mais um dos mitos sobre day trader.

12. É melhor operar com tempo gráfico curto

A escolha do tempo gráfico é um assunto bastante particular e certamente não existe uma “receita de bolo”. Entretanto, uma coisa é certa: acompanhar gráficos em alta velocidade é excessivamente desgastante e pode resultar em uma grande ansiedade.

Nesse cenário, é mais difícil de manter a concentração e o emocional sob controle durante as operações e, por isso, não é indicado operar com tempos gráficos curtos.

Desconstruir esses mitos sobre day trader é fundamental para que você se motive a também se tornar um. São operações com ótimas perspectivas e que podem ser muito bem aproveitadas.

Agora que você entende desse assunto, dê uma olhada em um outro artigo nosso sobre o tema. Leia agora mesmo a respeito da importância da gestão de riscos em day trade e fique por dentro de novas informações.

Fast Trade

Com o uso do Fast Trade, é possível montar estudos, analisar gráficos e aprofundar-se com eficiência no cotidiano da Bolsa de Valores e em suas modificações constantes – tendo assim diversos benefícios, como:

  • Simulador de Investimentos
  • Estudos Gráficos
  • Ferramentas de Análises
  • Feed de dados mais utilizado no Brasil
  • Acompanhamento em tempo real
  • Tape Reading
  • Cotações Internacionais (CFDs) e mais

Além disso, simule suas operações e teste suas estratégias todos os dias com R$100.000,00. Estamos habilitados em 13 corretoras no país, comece agora! Baixe gratuitamente!




Sobre o autor