Empresas

WEG anuncia investimentos no Brasil e a inauguração da quinta fábrica nos EUA

Por Fast Trade
15 setembro 2021 - 06:46 | Atualizado em 15 setembro 2021 - 08:06
WEGE3

A WEG (WEGE3) anunciou dois investimentos importantes para aproveitar as oportunidades que surgem com as mudanças no setor de energia. Primeiramente, a aquisição da fabricante mineira Balteau Produtos Elétricos. Depois, a inauguração da quinta planta de transformadores nos Estados Unidos.

No caso do investimento nacional, o objetivo é agregar um novo produto ao portfólio da companhia: os transformadores para instrumentos e conjuntos de medição. O acordo envolve, portanto, a compra de 100% do capital social da Balteau e o valor não foi publicado.

+ Clube de investimentos: Tudo o que você precisa saber

Esse novo produto consegue transformar grandes correntes elétricas em voltagens que podem ser medidas. “Com isso, vamos avançar muito na digitalização – nos ajudará a transformar as subestações de energia em produtos mais inteligentes, digitalizados”, afirmou Carlos Diether Prinz, diretor da WEG.

A Balteau Produtos Elétricos fica localizada em Itajubá (MG) e tem parque fabril de 11.800 m². A receita líquida da empresa em 2020 foi de R$ 121,7 milhões. Em transformadores de até 550 kilovolts, a companhia tem capacidade produtiva de 350 peças por ano, um “volume bastante significativo”, segundo Prinz.

Planta nos EUA

Por outro lado, no caso do investimento na quinta planta nos Estados Unidos, o objetivo é expandir a capacidade produtiva. Isso, principalmente, para atender aos clientes industriais e concessionárias de energia elétrica.

“Somos líderes em transformadores para parques de geração renovável nos Estados Unidos, mas ainda não temos uma inserção forte na indústria e nas utilities”, justifica Prinz. É preciso ressaltar que os EUA são o principal mercado da WEG fora do Brasil.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

O investimento da nova fábrica foi de R$ 17 milhões e irá fabricar transformadores de potência até 10 MVA (megavoltampère) e tensão até 46kV.

Sobre o futuro, Prinz afirmou que tem “uma expectativa bastante positiva para o negócio de transmissão e distribuição no Brasil. Nos últimos dois anos os leilões de transmissão foram um pouco reduzidos, mas vemos uma grande oportunidade para o futuro”.

No mesmo sentido, nos EUA, a empresa busca aproveitar as oportunidades do crescimento da energia renovável que puxará investimentos massivos em transmissão. “Esse novo parque renovável, principalmente solar, que está sendo ventilado terá que ter sua energia transmitida. Lá, se fala em construir um novo grid de transmissão”.

Quer ficar informado de todas as novidades do mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

WEG anuncia investimentos no Brasil e quinta fábrica nos EUA

Leia também:

Mercado corrige expectativa sobre juros após discurso de Campos Neto

Dólar sobe a R$5,25 com o exterior ofuscando a cena local


Sobre o autor