Economia

Volume de serviços no Brasil tem variação positiva de 2,4% e supera expectativas

Por Fast Trade
13 janeiro 2022 - 10:45 | Atualizado em 13 janeiro 2022 - 12:54
serviços
Créditos: shutterstock.com

O volume de serviços no Brasil teve crescimento de 2,4% em novembro em comparação com o mês anterior. Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e divulgada na quinta-feira (13). O indicador de outubro foi revisado para -1,6% ante a queda anterior de 1,2%.

Ao mesmo tempo, na comparação anual, o volume de serviços no país teve avanço de 10,0%. Com o último resultado positivo depois de duas quedas seguidas, o setor fica 4,5% acima do patamar pré-pandemia em fevereiro de 2020. Contudo, ainda está 7,3% abaixo do nível recorde em novembro de 2014.

+ O que ninguém te conta sobre os investimentos em ações

De acordo com a projeção do consenso Refinitiv, o setor de serviços iria avançar 0,2% em novembro na comparação mensal e 6,5% entre os anos. Dessa forma, os resultados superaram em muita a expectativa do mercado.

O índice por atividades

Entre as cinco atividades compreendidas pela pesquisa, quatro tiveram resultados positivos. O destaque, todavia, ficou com serviços de informação e comunicação com crescimento de 5,4% depois de uma queda de 2,9% acumulado nos dois meses anteriores.

A atividade tecnologia da informação teve alta de 10,7%, registrando, portanto, a maior taxa desde janeiro de 2018 quando atingiu 11,8%. “Essas informações positivas são em boa parte explicadas pelo dinamismo das empresas do setor de TI, que fornecem serviços para outras empresas”, explica Rodrigo Lobo, gerente da pesquisa.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

Transportes também teve alta marcando crescimento de 1,8% se recuperando da queda de 1,9% acumulado dos últimos meses. A atividade, então, está 7,2% acima do patamar pré-pandemia. 

Serviços prestados à família teve avanço de 2,8% e outros serviços cresceu 2,9% em novembro. Serviços profissionais, administrativos e complementares registrou queda de 0,3%, é a quarta taxa negativa seguida.

Por fim, o índice de atividades turísticas teve avanço de 4,2%. Sendo assim ele marca a sétima variação positiva seguida. Agora, soma ganho de 57,5%, mas ainda está num patamar 16,2% abaixo de fevereiro de 2020.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade

Volume de serviços no Brasil tem variação positiva de 2,4% e supera expectativas

Leia também:

Radar do Trader: Inflação ao produtor nos EUA, pesquisa de serviços e Ômicron no Brasil


Sobre o autor