HomeMercados

’Vol é vida?’: China faz futuro dos índices americanos tombar, disparar em 90 minutos

Por TradersClub
15 agosto 2019 - 11:13
Mercados ensaiam rali após China anunciar remoção de sobretaxas com os EUA

Acabamos de ver uma das viradas mais violentas nos índices acionários americanos neste ano: em menos de 90 minutos, o futuro do Dow Jones Industrials percorreu um total de 700 pontos, passando dos 25.600 pontos na máxima do dia, para 25.200 pontos na mínima e, depois, para 25.500 pontos. O motivo? Dois comunicados por parte do governo chinês, que deixaram os mercados nervosos, e depois, aliviados.

Por volta das 06h20, horário de Brasília, uma autarquia vinculada ao Ministério de Comércio chinês disse que a decisão dos Estados Unidos de impor mais uma rodada de sobretaxas às importações de produtos chineses, programada para setembro, era uma violação dos acordos recentemente alcançados entre os presidentes Xi Jinping e Donald Trump. O país sinalizou que haveria uma retaliação, só que não especificou como nem quando.

Após o comunicado, os futuros do Dow Jones e do S&P500 desabaram. A aversão ao risco subiu, levando o índice VIX acima dos 23 pontos. No entanto, por volta das 08h40, os futuros viraram e passaram a subir intensamente com a declaração da porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da China, Hua Chunying, de que o país espera retomar as conversas com os EUA, apesar dos impasses recentes. A declaração, vista como conciliatória, reverteu todo o sentimento negativo. É o reino da volatilidade.

Se as mensagens um tanto contraditórias provam que os chineses esperam mais capitulações por parte dos EUA, não se sabe. O que fica claro é que tanta manchete multidirecional está intensificando o sentimento de impotência entre os investidores: o VIX, a medida de volatilidade mais popular, tem se mantido acima do nível crítico dos 20 pontos em seis das 11 sessões deste mês. A média do índice no ano é de pouco menos de 15 pontos. Há 11 pregões consecutivos que o índice S&P500 flutua mais de 1%, para cima ou para baixo, no intradia. Ah, e não se esqueça de que, na sexta-feira, teremos vencimento de opções mensal do S&P.

Ontem, todas as 30 ações que compõem o índice Dow Jones fecharam em queda. O mesmo aconteceu com as 66 ações do índice Bovespa – que reage positivamente à sinalização de Hua sobre as conversas. O futuro do índice-referência da B3 subia quase 1% às 09h30. O futuro do Dow Jones avançava 0,35% no mesmo horário, enquanto o do S&P500 subia 0,30%. Vol é vida? Somente para os loucos.


Sobre o autor