Política

Vídeo não comprova acusação de Moro contra Bolsonaro, avalia fonte jurídica do governo

Por Bruna Santos
23 maio 2020 - 10:32 | Atualizado em 24 maio 2020 - 10:38
Bolsonaro e Moro

O vídeo da reunião ministerial, divulgado ontem (22) por decisão do ministro Celso de Mello, do STF, não comprova a acusação de Moro contra Bolsonaro, disse à Reuters uma fonte ligada à ala jurídica do governo.

Ao anunciar sua saída do Ministério da Justiça, Sérgio Moro acusou o presidente da República de tentar interferir nos trabalhos da Polícia Federal. A princípio, segundo ele, o vídeo da reunião ocorrida em 22/04/2020 comprovaria sua acusação.

Além disso, a defesa de Moro chegou a afirmar que o material comprava “integralmente” a acusação de Moro contra Bolsonaro.

No Facebook, o Bolsonaro afirmou que o conteúdo representa “mais uma farsa desmontada”. “Cadê a parte do vídeo onde falo em superintendente ou diretor-geral da Polícia Federal? Eu falo da minha segurança pessoal”, disse posteriormente à Rádio Jovem Pan.

Em contrapartida, Moro escreveu no Twitter que “a verdade foi dita, exposta em vídeo, mensagens, depoimentos e comprovada com fatos posteriores, como a demissão do DIretor Geral da PF e a troca na superintendência do RJ”.

Ademais, o procurador-geral da República, Augusto Aras, informou em nota que irá se posicionar na próxima semana.

Assista ao vídeo na íntegra:

Publicado por: CNN Brasil

Por fim, leia mais sobre a acusação de Moro:

“Não entrei no Governo para servir a um mestre”, declara o ex-ministro Moro

“Lamento que o fim da carreira de Moro tenha sido dessa forma”, diz Bolsonaro

Agenda local tem novo ministro da Saúde, vídeo citado por Moro e Flávio Bolsonaro no radar

Transcrição parcial de vídeo citado por Moro contradiz Bolsonaro; tensão aumenta

Defesa de Moro diz que vídeo da reunião ministerial confirma declarações do ex-ministro

Renúncia de Moro pode dificultar entrada do Brasil na OCDE, diz organização

Moro abre mão de sigilo do inquérito e depoimento pode ser divulgado na íntegra

Moro depôs por quase 9h à Polícia Federal

Depoimento à PF: Moro fala neste sábado sobre acusações contra Bolsonaro

Renúncia de Sérgio Moro repercute no mundo; saiba quem deve substituí-lo

Bolsonaro e Moro trocam farpas no Twitter após demissões

Ibovespa desaba 7,23% após Moro confirmar sua demissão


Sobre o autor