Empresas

Vibra integra bloco de acionistas da comercializadora de energia Comerc

Por Fast Trade
02 março 2022 - 14:54 | Atualizado em 02 março 2022 - 15:51
Vibra Energia

A Vibra Energia (ex-BR Distribuidora) passou a integrar o bloco de acionistas da Comerc, segundo informou o fato relevante publicado nesta quarta-feira (2). Em parceria com os sócios fundadores da atual Vibra Comercializadora (antiga Targus), a empresa adquiriu 50% do capital social do referido empreendimento, pelo valor de R$ 3,25 bilhões.

Além disso, pelos termos do negócio, a Vibra terá a opção de adquirir até 100% das ações de emissão da Comerc, a partir de 2026. Esta possibilidade veio como consequência do acordo de aquisição assinado desde outubro do ano passado.

+ Derivativos: O guia completo para você começar a investir!

Nesta ocasião, a distribuidora se comprometeu a pagar R$ 2 bilhões em debêntures conversíveis por 30% das ações ordinárias da Comerc. Ao mesmo tempo, a aquisição dos 20% restantes da fatia total sairia pelo montante de R$ 1,25 bilhão.

Ao todo, a Vibra Energia será titular de 48,7% da Comerc, enquanto a Vibra Comercializadora ficará com apenas 1,3% das ações. “As condições estipuladas para a conversão das debêntures e o exercício das opções de compra foram cumpridas” – explicou o fato relevante.

Desse modo, a Vibra Comercializadora passará a integrar a estrutura da empresa principal como uma subsidiária do grupo, conforme determinado pelo negócio.

Demais detalhes da aquisição da Comerc

De acordo com a Vibra, a assembleia de acionistas da Comerc, realizada em fevereiro, aprovou o acordo, dispensando a obrigação de eventual oferta pública para efetuar a compra de ações. “Foram também finalizadas com êxito as diligências técnica, ambiental, financeira, tributária, legal e trabalhista, que proporcionaram segurança e transparência à operação” – explicou a distribuidora.

A nova estrutura societária da Comerc contemplará um conjunto de regras que privilegia as boas práticas de governança corporativa, a equidade e a transparência, “preparando a empresa para uma nova fase de crescimento”, informou a Vibra.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

Por fim, a distribuidora argumentou que existem planos para a aquisição da totalidade das ações da Comerc, com preço que será fixado na época da transação. O mercado considerou a iniciativa como positiva, pois a aquisição de 100% da empresa pode representar um reforço no posicionamento de mercado da Vibra.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade

 

Leia também:

Governo estuda reduzir a alíquota do IOF que incide sobre operações de crédito

China eleva a compra de soja dos EUA mesmo no auge das exportações brasileiras


Sobre o autor