Agronegócio

Vendas de carne bovina do Brasil crescem 12% em abril

Por Fast Trade
10 maio 2021 - 07:30 | Atualizado em 10 maio 2021 - 09:44
carne bovina

O Brasil vendeu 12% a mais de carne bovina na passagem de abril de 2020 e o mesmo mês do ano corrente.

De acordo com a Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo), responsável pelo dado, a performance ocorreu mesmo diante da desaceleração das aquisições chinesas no período.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader!

Nesse sentido, vale destacar que a potência asiática é a principal compradora da proteína do Brasil e que a diminuição é comparada ao mês anterior.

Ao compilar as informações divulgadas pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex), a entidade informou um total de 152.626 toneladas de carne bovina embarcadas.

Desse modo, a venda in natura e processada gerou uma receita de US$ 706,7 milhões em abril, +23% ante o mesmo período de 2020.

Como resultado, o volume exportado da proteína pelo país nos quatro primeiros meses do ano entrou no azul.

Anteriormente, o volume marcava uma retração de 1% no acumulado do primeiro trimestre, segundo a Abrafrigo.

No total, o Brasil embarcou 563.651 toneladas de janeiro a abril, volume que representa um avanço de 3% ante igual período do ano passado.

+ Guia completo para obter sucesso nas operações de Day Trade

China

A China, no entanto, embora continue sendo o principal comprador da carne bovina do Brasil, somando 58,7% das exportações, reduziu sua participação em abril.

No mês, a potência econômica respondeu pela compra de 84.634 toneladas de carne bovina brasileira.

Por um lado, o montante representa um salto de 5,7% entre abril do ano passado e o mesmo mês do ano corrente.

Em contrapartida, o resultado revela uma desaceleração frente ao mês imediatamente anterior,  quando a China comprou 93.692 toneladas.

+ Calendário do Trader 2021

Desse modo, a potência asiática já acumula 330.929 toneladas de carne bovina brasileira nos quatro primeiros meses de 2021.

Assim sendo, as compras movimentaram US$ 1,479 bilhão, ante 295.255 toneladas e US$ 1,346 bilhão em igual período de 2020.

Ademais, as vendas de carne bovina cresceram para os Estados Unidos no quadrimestre (+157,6%, para 23.009 toneladas).

Atualmente, os EUA ocupam a terceira colocação entre os maiores clientes do Brasil no segmento, ficando atrás apenas da China e do Chile.

Por fim, a Abrafrigo destacou que “66 países aumentaram o volume das importações”, ao passo que “outros 75 diminuíram”.

Por fim, continue acompanhando o portal Fast Trade para mais destaques do agronegócio.

Antes de mais nada, leia também:

Ibovespa avança aos 122 mil e fecha a semana com ganhos de 2,7%

Dólar cai a R$5,22 concluindo a sexta semana consecutiva de queda

Petróleo oscila com China e Payroll, mas fecha a semana positivo

CSN Cimentos e InterCement aceleram listagem na Bolsa

Lucro da Neoenergia (NEOE3) dispara 75% e chega a R$ 1 bilhão no 1º trimestre

Banco do Brasil (BBAS3) lucra R$ 4,9 bilhões no primeiro trimestre (+44,7% A/A)

Quer ficar informado de todas as novidades do mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade.


Sobre o autor