HomePolítica

Reforma tributária: “vamos simplificar”, diz Bolsonaro

Por Bruna Santos
23 dezembro 2019 - 10:56
reforma tributária

Ao falar da reforma tributária, o presidente Jair Bolsonaro admitiu não ser plausível buscar pela aprovação de uma matéria “perfeita”. Promover uma simplificação tributária é o que está no horizonte do Palácio do Planalto, mas será preciso simplificar a proposta.

De acordo com Bolsonaro, o plano – passado por ele ao ministro da EconomiaPaulo Guedes – é que a próxima investida não corrobore a anterior; “queriam uma reforma tributária perfeita, não se aprovava nada”, disse durante conversa com jornalistas na frente do Palácio da Alvorada.

Ao longo do recesso parlamentar, a comissão mista criada para debater a reforma continuará operando com o propósito de conciliar os textos em tramitação no Senado e na Câmara com as sugestões do governo.

Em até 90 dias, a comissão deve definir o texto da simplificação e apresentar sua proposta ainda no primeiro semestre. O prazo teve início na última quinta-feira (19), conforme o acordo estabelecido entre Guedes e os presidentes do SenadoDavi Alcolumbre e da Câmara dos DeputadosRodrigo Maia.

chefe do Executivo destacou que a reforma tributária não será imposta aos parlamentares; “não podemos, nem queremos impor nossa vontade”. Apesar disso, “eu acho que não tem o que discutir. A própria reforma previdenciária foi um convencimento dos parlamentares”, declarou.

Sobre o retorno da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), após “todas as alternativas estão sobre a mesa” quando se trata da volta da CPMF, Bolsonaro disse que este é um “imposto que está demonizado” e que “não se toca mais nesse assunto”.

Leia mais:

Em sessão pré-Natal, destaque fica para corte de tarifas na China e relatório Focus

Últimos indicadores econômicos do ano ganham destaque; inflação, balança comercial e mais


Sobre o autor