AçõesHome

Último pregão do ano deve ditar as perguntas para 2019

Por TradersClub
28 dezembro 2018 - 10:45
Eleições nos EUA e cenário interno devem aumentar a volatilidade do Ibovespa

O último pregão do ano começou com humor misto na maioria dos mercados ao redor do mundo, carregando o peso das dúvidas que devem reger ao menos os primeiros meses de 2019: no Brasil, o ajuste fiscal e o novo governo de Jair Bolsonaro, empossado na próxima terça-feira; no exterior, a desaceleração nos Estados Unidos, na Europa e na China, a guerra comercial e o aumento de juros nas principais economias desenvolvidas. O pregão da véspera de Natal, e o seguinte ao feriado, mostram que o investidor ainda não acertou o posicionamento diante de um horizonte nebuloso na economia, geopolítica, políticas locais e nos mercados globais.

Relatório gratuito – Banco do Brasil: O gigante acordou

Relatório gratuito – Petrobras: O petróleo é nosso

Como dissemos ontem, os desafios para 2019 são grandes – petróleo, Brexit, Donald Trump e reforma da Previdência, para citar alguns – e os sinais de desaceleração econômica indicam que o ciclo que ressuscitou os mercados após 2008 está ficando para trás na maioria dos países. Até saber o que essa nova fase trará, o investidor deve pisar com cuidado em novos territórios e investimentos.

Mas, antes do ano acabar, ainda teremos uma agenda cheia nesta sexta-feira. Hoje é dia de Caged e de relatório da dívida pública aqui no Brasil, e de balança comercial e estoques de petróleo nos EUA. Fique atento neste final de semana ao desenrolar da confusão política no governo americano, que continua paralisado sem um acordo sobre a verba para o muro na fronteira com o México, e nas críticas do presidente Trump sobre o Federal Reserve.

Baixe o E-book O Guia Completo de Como Ter Sucesso Nas Operações de Day Trade

Relatório gratuito: 7 passos para suas finanças ficarem no azul


Sobre o autor