Economia

Tributação de dividendos pode desestimular a distribuição do lucro

Por Fast Trade
28 junho 2021 - 06:44 | Atualizado em 28 junho 2021 - 08:48

Se aprovados pelo Congresso, a tributação de dividendos e o fim dos juros sobre o capital próprio podem desestimular a distribuição do lucro pelas empresas.

Segundo gestores e economistas ouvidos pelo Valor, as mudanças trazidas pela atual proposta de reforma tributária devem resultar na reavaliação da estratégia de proventos.

Nesse sentido, a economista-chefe do Banco Inter e Inter Asset, Rafaela Vitória, concorda que este cenário será favorável à adição da política de reinvestimento.

+ Relatório Maiores Dividendos para 2021 – Baixe agora!

“Passa a ser mais interessante para algumas companhias reinvestir do que distribuir mais dividendos e os programas de recompra de ações podem entrar mais no radar” – explicou a executiva.

Na visão de um outro profissional do mercado, a tendência é que as empresas utilizem o programa de recompra de ações para valorizar seus papéis e distribuam apenas o dividendo obrigatório.

“(…) o acionista paga um imposto menor na venda de suas ações, de 15%, em vez de pagar a alíquota proposta de 20% sobre dividendos” – argumentou o profissional ao Valor.

Antecipação de dividendos e reprecificação da renda variável

O gestor da Cardinal Partner, Marcelo Audi, avaliou que a proposta deve incentivar a antecipação na distribuição de dividendos por parte de algumas empresas.

Desse modo, nomes que possuem um caixa mais robusto como Vale, JBS e BR Distribuidora podem adotar essa estratégia para evitar a mudança tributária. “Empresas que têm caixa forte, disciplina de capital e cujos negócios vão bem são candidatas a anunciarem dividendos antecipados” – disse Audi.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

Ao mesmo tempo, Rafaela do Inter, destacou que haverá uma reprecificação da renda variável quando o projeto de reforma tributária se transformar em lei.

“Como a proposta é tributar mais os rendimentos na Bolsa, no curto prazo, pode ter uma reprecificação dos ativos, como, por exemplo, recuo das cotações das boas pagadoras de dividendos” – analisou a economista-chefe.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

Tributação de dividendos pode desestimular a distribuição do lucro

Leia também:

Prêmio em ações ainda é mais vantajoso do que em renda fixa, diz Bradesco BBI

Ibovespa cai 1,7% reagindo à tributação de dividendos e aos ruídos em Brasília

Dólar avança a R$4,93 de olho na inflação, mas registra queda semanal de 2,58%


Sobre o autor