Empresas

TOTS3: Totvs registra lucro líquido de R$ 294,9 milhões em 2020 (+40% A/A)

Por Fast Trade
11 fevereiro 2021 - 12:00 | Atualizado em 11 fevereiro 2021 - 13:53
TOTS3

Líder no desenvolvimento de soluções de negócio no Brasil, a TOTVS (TOTS3) lucrou R$ 294,9 milhões em 2020. De acordo com a desenvolvedora de softwares, o resultado corresponde a uma alta de 40% frente ao ano imediatamente anterior.

Do mesmo modo, o Ebitda da Companhia avançou 26,7% na passagem de 2019 para 2020 e somou R$ 598,4 milhões. Assim também, a margem Ebitda cresceu 2,4 percentuais na mesma base de comparação, para 23,1%.

Conforme o press release divulgado pela empresa, sua receita líquida consolidada de 2020 foi de R$ 2,59 bilhões. Nesse sentido, o indicador apresentou uma valorização de 13,8% quando comparado ao ano de 2019.

+ Derivativos – O guia definitivo para começar a investir: confira!

4T20

Além disso, a empresa que provê soluções de negócios para empresas de todos os portes anotou um lucro líquido de R$ 96,1 milhões 4T20. Segundo o demonstrativo financeiro divulgado na véspera (10), o montante disparou 78,4% frente ao mesmo período do ano anterior.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, também conhecido como Ebitda, subiu 63,5% entre outubro, novembro e dezembro de 2019 para os mesmos meses de 2020, para R$ 178,6 milhões.

Ademais, a margem Ebitda da empresa que atua com softwares de gestão, plataformas de produtividade e colaboração e consultoria, avançou 7,0 pontos percentuais, para 25,9%.

Ao mesmo tempo, a receita líquida da empresa que está presente em 41 países avançou 19,0% entre o 4T19 para o 4T20, para R$ 689,4 milhões. Seguindo a tendência de resultados fortes e positivos, a receita recorrente no último trimestre de 2020 foi de R$ 508,0 milhões (+13,7%).

Surpreendentemente, o resultado impressionou até mesmo a TOTVS, de acordo com o CEO da empresa, Dennis Herszkowicz.

Em nota divulgada a investidores, Herszkowicz afirmou que a performance ficou “muito acima” do imaginado “quando a pandemia começou”. Naquele momento, segundo ele, a Totvs se “preparou para o pior”. A pandemia paralisou diversos segmentos, mas impulsionou outros.

O CEO completou dizendo que, em março, os preparativos giravam em torno de um cenário de incertezas. Assim, a Companhia se programou para a “possibilidade de falências de clientes, aumento de inadimplência e do churn, maior dificuldade de vender, implantar e atender”.

Em paralelo, “a recente entrada na dimensão de Techfin, com a aquisição da Supplier, trazia desafios novos e desconhecidos num momento difícil”, completou.

+ Guia do Investidor Iniciante: acesse o material gratuito.

BTG Pactual reitera recomendação de compra para as ações TOTS3

Após a divulgação do release da Totvs, o BTG Pactual reiterou a recomendação de compra para as ações da produtora de softwares. Além disso, a instituição elevou o alvo do ativo de R$28,00 para R$38,00, indicando um potencial de 23,2% de alta.

Às 10h54, as ações da Totvs (TOTS3) já avançavam 3,06% e eram negociadas a R$ 32,37.

O banco destacou que a Companhia quase não sofreu com a pandemia do novo coronavírus. Ademais, avaliou que sua área de softwares deve continuar melhorando. No que diz respeito à subsidiária de serviços financeiros, a Techfin, o BTG Pactual aposta no crescimento da mesma.

Do mesmo modo, o Credit Suisse manteve recomendação de compra para a Totvs, com preço-alvo de R$ 35,00. Para 2020, o banco acredita em um cenário positivo para os negócios de software e para fintechs.

+ Calendário do Trader 2021: Fique por dentro dos vencimentos futuros (Índice e Dólar) e feriados que influenciam o dia a dia e o decorrer das negociações realizados na B3.


Sobre o autor