EmpresasHome

TIM tem receita e Ebitda com sólidos desempenhos; lucro líquido cresce 28% no 4T19

Por Bruna Santos
12 fevereiro 2020 - 10:50

A TIM Participações (TIMP3) viu seus números do quarto trimestre consolidar a trajetória de recuperação ao longo de 2019.

De acordo com a companhia, seu lucro líquido ajustado encerrou o período com R$ 756 milhões, +28,7% na comparação anual.

Quando comparado ao 3T19, o saldo foi de 22%. Em 2019, o lucro líquido normalizado totalizou R$ 2,0 bilhões (+32,1%).

Assim também, a Tim mostrou sólido desempenho de receita. Sua Receita de Serviços, por exemplo, cresceu 3,2% no 4T19.

Esse mesmo índice fechou o ano com crescimento de 2,4% na comparação com 2018.

Os Custos e Despesas Normalizados da operadora Tim contraíram 0,7% no 4T19 ante o 4T18, fechando o ano com -0,3%.

Seu Ebitda cresceu 2,1 ponto percentual na margem, entre o fim do ano retrasado e o último trimestre de 2019.

O desempenho passou de 40,8% para 42,9% e é ainda melhor, quando se compara com a margem do 3T19 (39,6%).

No ano, o indicador completou 6 anos consecutivos de expansão consistente de margem e saltou 39,1% na comparação com 2018.

Em contrapartida, a gigante de telefonia perdeu cerca de 1,5 milhão de clientes em um período de 12 meses, isto é, – 2,6% na comparação anual, fazendo com que a operadora encerrasse dezembro com 54,447 milhões de usuários.

As perdas se concentraram na base de clientes pré-pagos, que encolheu 7,6% no período, chegando a 32,9 milhões de pessoas.

Apesar disso, esse movimento foi compensado pelo acréscimo de 6,1% de clientes pós-pagos, que somavam 21,4 milhões em dezembro.

Do mesmo modo, a base de usuários de serviços 4G saltou 12%, para 38,6 milhões de clientes e o serviço de internet (TIM Live) avançou 21%, para 566 mil.

Para acessar todo o material, incluindo o Investor Release e a Apresentação que será usada na Teleconferência, clique aqui.


Sobre o autor