Empresas

Taurus Armas (TASA4) recua após resultado do 1º trimestre

Por Fast Trade
29 junho 2020 - 16:00 | Atualizado em 29 junho 2020 - 17:23

A Taurus Armas (TASA4) reverteu o lucro de R$ 4 milhões apurado no 1T19 e amargou um prejuízo líquido de R$ 157,1 milhões no 1T20.

Às 14h52, as ações da empresa declinavam 7% e eram cotadas a R$ 6,51, refletindo o resultado fortemente afetado pelo aumento das despesas financeiras. De acordo com o balanço corporativo, essas despesas cresceram em decorrência de questões cambiais.

Em contrapartida, sua receita operacional líquida cresceu 18,3% no período, somando 298,3 milhões, conforme o press release da fabricante de armas. Às 15h45, as perdas eram reduzidas e a desvalorização recuou para 4,86%, com papéis negociados a R$ 6,66.

Do total, 81,2% da receita refletiu a venda de armas no mercado internacional. Nesse contexto, a valorização do dólar impulsionou o resultado apurado pela fabricante, ao converter tal receita para reais.

O lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações, também chamado de Ebitda, saltou 17,9% na comparação anual do trimestre e totalizou R$ 45,4 milhões. No entanto, a margem Ebitda recuou 0,1 ponto percentual, ficando em 15,2% no período.

Sobre as despesas financeiras, o avanço foi de R$ 16,2 milhões para R$ 209,2 milhões em um ano e 93,4% corresponde às variações cambiais.

Por outro lado, as despesas operacionais da Taurus subiram 3,3% na mesma base de comparação, somando R$ 63,2 milhões, e foram diluídas pelo aumento de 18,3% na receita líquida no mesmo período.

Produção e vendas de armas

Houve um recuo de 14,8% na produção total de armas da Taurus. Do total, 82,9% corresponde ao mercado brasileiro.

No mercado norte-americano, que passa por uma reestruturação operacional e de gestão cuja unidade brasileira já passou, o recuo chegou a 51%. A expectativa é que o resultado seja revertido nos próximos trimestres, uma vez que a reestruturação visa ganho de eficiência e produtividade.

Já as vendas de armas no mercado interno somaram 52,1 mil unidades no 1T20, alta de 4,2% sobre o 4T19 e +111,2% ante o 1T19.

Taurus e o enfrentamento do coronavírus

Sobre a pandemia do coronavírus, a companhia afirmou que “não enfrentou, até o momento, dificuldades com relação ao fornecimento de insumos e componentes”.

“Foram realizadas adequações na operação de forma a reduzir o fluxo, o contato e as aglomerações de pessoas, incluindo o revezamento de turnos e a introdução de sistema de escalas, sem prejuízo ao nível de emprego ou à produção”, disse em nota.

Baixe o press release da Taurus Armas e confira o resultado na íntegra.


Sobre o autor