Empresas

Taesa aprova o pagamento R$ 523 milhões em dividendos e JCP; units disparam na B3

Por Fast Trade
02 dezembro 2021 - 16:08 | Atualizado em 02 dezembro 2021 - 16:57
Taesa (TAEE3; TAEE4; TAEE11)

O Conselho de Administração da Taesa aprovou o pagamento de R$ 320,9 milhões em dividendos e R$ 202 milhões em juros sobre o capital próprio. Os valores de R$ 0,50604901726 por ação e R$ 1,51814705178 por unit serão distribuídos com base nos resultados obtidos ao longo deste ano.

Segundo a companhia, o pagamento efetivo dos proventos acontecerá no dia 29 de dezembro, tomando como base a posição acionária do dia 6 de dezembro. Desse modo, a partir do dia 07 de dezembro, os papéis serão negociados “ex-dividendos e JCP” na B3.

+ Relatório Alocação de recursos: Baixe agora!

“Do valor a ser pago a título de JCP será reduzido o Imposto de Renda na Fonte, conforme a legislação em vigor, exceto para os acionistas que sejam imunes ou isentos” – explicou a Taesa.

Ao mesmo tempo, o Conselho de Administração aprovou a 11ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, com lançamento de esforços restritos. O valor total da emissão é de R$ 800 milhões, ao custo unitário de R$ 1.000, com vencimento da primeira série em 3 anos e a segunda em 5.

“Os recursos captados pela companhia por meio da integralização das debêntures serão utilizados para a gestão ordinária dos seus negócios” – disse a empresa.

Estratégia de crescimento da carteira de ativos através de aquisições e leilões

O presidente da Taesa, André Moreira, informou que o plano estratégico da empresa tem como um dos principais pilares o crescimento da carteira de ativos através de aquisições e participação em leilões de transmissão de energia.

Nesse sentido, ele comentou que a próxima oportunidade de negócios será o 2º leilão de transmissão de 2021 que acontecerá dia 17 de dezembro. Ao que parece, a companhia planeja ser ativa nesta licitação, disputando os cinco lotes objeto da oferta, cuja expectativa de investimentos soma R$ 2,9 bilhões.

“Pela capilaridade de ativos que temos, estamos olhando para todos os cinco lotes. Mas vamos participar para rentabilizar a empresa, não para comprar concessão” – disse Moreira.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

Por fim, ele explicou que a Taesa também está avaliando outras oportunidades de aquisições de projetos que estão em andamento, além de já ter outras alternativas em negociação. No entanto, o presidente ressaltou que a empresa vai manter o foco no setor de transmissão, o qual, já conta com 39 concessões.

Às 15h56 (horário de Brasília), as units TAEE11 subiam 3,96% na B3.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

Taesa aprova o pagamento R$ 523 milhões em dividendos e JCP; units disparam na B3

Leia também:

Ações da Braskem têm valorização de 124% em 2021; empresa vai pagar R$ 6 bi em dividendos

Bolsa brasileira ignora a fraqueza do PIB e avança com Nova York; dólar cai

PIB tem queda de 0,1% no terceiro trimestre; agropecuária puxa recuo


Sobre o autor