Mercados

Setor de varejo: com cenário desafiador, analistas preveem resultados mistos

Por Fast Trade
15 fevereiro 2022 - 16:04 | Atualizado em 15 fevereiro 2022 - 17:19

A temporada de resultados corporativos terá os números do varejo de diversos nichos. Após o fechamento do mercado hoje (15), o Carrefour (CRFB3) divulgará os números do quarto trimestre. A expectativa é de que o setor traga balanços mistos, pois as companhias já podem sentir o quanto o poder aquisitivo do consumidor está menor.

Essa é a opinião da XP, por exemplo, que ainda acredita que diversas empresas terão resultados sólidos, apesar de vivenciar um cenário desafiador. A corretora destaca que os varejistas de alta renda podem apresentar os melhores desempenhos deste período.

Já o Bradesco BBI estima uma demanda consistente no setor de moda e vestuário, prevendo que a Arezzo & Co. (ARZZ3) deve registrar aumento de receita em 30% em relação a 2019 – desconsiderando as aquisições.

+ Carteira Recomendada de Ações Fevereiro: Baixe agora!

O Banco segue a mesma linha citando também que o grupo SBF (SBFG3) tende a reportar um crescimento de 26%, enquanto as lojas Renner (LREN3) deve registrar avanço de 23%. Ambas sendo comparadas com 2019 e excluindo aquisições. Contudo, o BBI salienta que haverá pressão de margem no setor de varejo como um todo e, por isso, recomenda cautela.

Estimativas para o varejo digital

Segundo a XP, o varejo digital tem um caminho desafiador pensando no aumento de receita. Isso porque o poder aquisitivo para compra de eletrônicos e linha branca está menor, ao passo que a rentabilidade continua sendo pressionada pelos custos. Dentro do e-commerce, os analistas acreditam que a Americanas (AMER3) é talvez a empresa que terá a melhor performance.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

Varejo alimentar

Por fim, a expectativa para o varejo alimentar é de que as empresas terão um baixo resultado. O motivo é a alta da inflação que continua reduzindo o poder de compra dos consumidores. Além disso, a recuperação do canal B2B não se restabeleceu totalmente devido as novas variantes do vírus Covid-19.

De acordo com a XP, a operação de varejo do Carrefour (CRFB3) deve ter números fracos, enquanto o Assaí (ASAI3) pode se destacar positivamente, sobretudo, frente ao aumento do consumo no final do ano.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade

Setor de varejo: com cenário desafiador, analistas preveem resultados mistos

Leia também:


Sobre o autor