HomePolítica

Sérgio Moro interferiu em investigações de Fernando Henrique Cardoso na Lava Jato, diz site

Por Eloiza Amaral
19 junho 2019 - 11:39
Moro é candidato

De acordo com uma nova leva de mensagens divulgadas pelo The Intercept entre o atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, e procuradores da Lava Jato, o ex juiz anunciou ser contra investigar o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) na Lava Jato, por temer que isso afetasse “alguém cujo apoio é importante”.

Nesta quarta-feira (19), o ministro está prestando esclarecimentos às mensagens na Comissão de Cidadania a Justiça do Senado, onde a iniciativa de comparecer partiu dele, como forma de apaziguar os ânimos e evitar que os senadores abram uma Comissão Parlamentar de Inquéritos (CPI) para investigar o caso.

Moro segue afirmando que sofreu um ataque de hackers, que não há como provar que as mensagens publicadas são reais (embora não as negue), e que foram editadas, além de desconversar algumas perguntas.

“Em relação ao que troquei, não posso confirmar porque não tenho mais as mensagens, mas tenho absoluta confiança de que sempre agi com lisura dentro da minha profissão”, afirmou Moro em participação no “Programa do Ratinho”, do SBT, exibido na noite desta terça.

Na sessão, Moro defende conversas informais entre magistrados e procuradores, algo que ”sempre ocorreu em todos os processos e investigações”, e que segundo ele, é bastante comum.

O superministro da Justiça era cotado como um dos maiores nomes deste governo, mas no prazo que assume o cargo acumula uma série de derrotas. Para a questão das mensagens, Moro precisou, inclusive, de tutela do presidente Jair Bolsonaro.


Sobre o autor