HomePolítica

Senador quer barrar candidatura de Renan

Por Levante Ideias de Investimentos
18 janeiro 2019 - 11:15

Foto divulgação: Mateus Dantas/O POVO

O futuro senador pelo Ceará, Eduardo Girão (PROS), entrou na segunda-feira (14) com um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal para que senadores réus na corte sejam proibidos de disputar a presidência da Casa. O mandado de segurança será analisado pelo ministro Luiz Fux, no momento responsável pelo plantão do Supremo.

Baixe o E-book O Guia Completo de Como Ter Sucesso Nas Operações de Day Trade

E Eu Com Isso?

O pedido é uma tentativa de barrar a candidatura de Renan Calheiros (MDB-AL) à presidência da casa. O senador é réu no STF e reponde por mais de 10 inquéritos. Eduardo Girão, por sua vez, é aliado de Tasso Jereissati (PSDB-CE), que também se lançou para a cadeira máxima do Senado. Tasso é visto como opção ao Renan. Além dos dois, Davi Alcolumbre (DEM-AP) e Major Olímpio (PSL-SP) são candidatos. O governo lançou Olímpio, mas busca articular apoio a outro nome, já que Renan não é considerado um bom nome. O emedebista, entretanto, vem mandando sinais à nova gestão de que poderia apoiar a aprovação de reformas.

Baixe o Infográfico: 5 motivos – Por Que Investir na Bolsa Agora É Um Bom Negócio


Sobre o autor