Economia

Senado discute aumentar para 50% alíquota da CSLL dos bancos

Por Fast Trade
02 abril 2020 - 16:34 | Atualizado em 02 abril 2020 - 17:13
ações bancárias; grandes bancos

Está em avaliação no Senado um projeto de lei que prevê o aumento de 20% para 50% na alíquota da Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido CSLL dos bancos.

O texto elaborado pelo senador Weverton Rocha (PDT-MA) foi incluído em uma lista de 12 pautas prioritárias que serão deliberadas pela casa legislativa e são emergenciais para minimizar os impactos do Covid-19.

A proposta de aumentar os tributos sobre os lucros das instituições financeiras foi uma sugestão conjunta das bancadas do PDT e dos Progressistas, mas também recebeu apoio de outras legendas.

Os parlamentares justificaram o projeto argumentando que os bancos vêm registrando lucros bilionários nos últimos anos e, por isso, precisam dar a sua contribuição.

Nas palavras do senador Rocha, essa seria uma maneira justa e equitativa de aumentar as receitas da União para enfrentar a crise dispondo dos recursos necessários.

“Nesse momento em que todos devem contribuir para o enfrentamento dessa crise devido, sobretudo pela pandemia do coronavírus, o setor bancário precisa dar a sua contribuição diminuindo os seus lucros” – disse o parlamentar.

A proposta de aumento da CSLL dos bancos deve ser apreciada em até 15 dias, junto com outras, que igualmente estabelecerão meios de financiamento para manutenção das atividades empresariais.

Fique por dentro das últimas movimentações do mercado:

Eletrobras Participações sai do programa de desestatização do governo

Ibovespa dispara mais de 2% com alta nos preços do petróleo

Dólar ronda R$5,26 em sessão de intensa volatilidade no câmbio

IFNC: Demanda por liquidez dispara com vírus e CMN autoriza BC a emprestar para bancos via LFGs


Sobre o autor