HomePolítica

‘Se o governo não tiver agenda, e parece que não tem, vamos fazer a nossa’, diz Alcolumbre

Por Pablo Vinicius Souza
06 junho 2019 - 11:07

“Se o governo não tiver sua agenda, e parece que não tem, vamos fazer a nossa, não vamos ficar esperando”, disse o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) em entrevista concedida à GloboNews, na última quarta-feira (5)

O comentário foi uma resposta a declaração do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e pode culminar em novas tensões.

Segundo Maia, o governo de Jair Bolsonaro não detém de uma agenda para o País, destacando apenas a reforma previdenciária.

À GloboNews, Alcolumbre (DEM-AP) garantiu que o Congresso não ficará de braços cruzados, especialmente diante de um cenário em que “as pessoas estão atacando um Congresso que foi eleito com a mesma legitimidade que Bolsonaro”.

Para destacar que a cobrança dessa agenda tem recaído sobre o Congresso, o presidente do Senado mencionou as críticas sofridas por parlamentares nas redes sociais e nas recentes manifestações de rua, qualificando os atos como “uma criminalização à política”.

Ainda em entrevista, o parlamentar deixou claro que ainda não é prioridade discutir uma eventual instituição do parlamentarismo no País.

De acordo com ele, essa discussão afetaria negativamente o Parlamento, como se quisesse se impor sobre o presidente da República.

“O governo precisa se aproximar da política, é impossível as coisas acontecerem no País sem política”, declarou Alcolumbre.

Leia mais:

Saiba quais são os principais compromissos econômicos globais para esta quinta-feira

Ministério da Economia nega exclusão de investimentos do teto de gastos

Julgamento sobre venda de estatais recomeça nesta quinta-feira, no STF

Debate sobre a política de preços mínimos do frete deve ficar para o segundo semestre

Moro é hackeado e invasor utiliza seus aplicativos de mensagens

Azul (AZUL4) informa resultados operacionais de tráfego aéreo em maio


Sobre o autor