Agronegócio

Safra de milho leva Conab a prever colheita recorde de grãos

Por Fast Trade
12 agosto 2020 - 08:04 | Atualizado em 12 agosto 2020 - 10:16
safra de grãos; MILHO

Com um novo ajuste nas previsões para a segunda safra de milho, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) decidiu elevar as estimativas da produção de grãos no país.

Nesse sentido, a safra 2019/2020, cuja colheita das culturas de inverno está na fase final, deverá fechar o período registrando números recordes.

Conforme o novo levantamento divulgado pela estatal, devem ser colhidos cerca de 253,7 milhões de toneladas de grãos, contabilizando um aumento de 2,3 milhões em relação à quantidade prevista em julho.

Baixe agora: Guia de A a Z de como se tornar um trader!

Além disso, a colheita deve atingir um volume recorde, alcançando 4,8% a mais do que o ciclo 2018/2019, que também obteve números expressivos.

Na mesma linha, as estatísticas publicadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) previram aumento considerável nas quantidades que serão colhidas.

Segundo a instituição, a safra de grãos atingirá 250,5 milhões de toneladas este ano, anotando um avanço de 3,8% em relação ao ano passado.

Colheita de milho surpreende e alcança melhor marca da história

Acima de tudo, foi a melhora das estimativas para a safra de milho que impulsionaram as correções, elevando as projeções para a colheita global.

No relatório da Conab, a segunda safra do cereal deve atingir 74,9 milhões de toneladas, o que representa uma adição de 1,4 milhão em relação às previsões de julho.

Em outras palavras, o volume de milho que será colhido deve superar em 2,4% a quantidade obtida na temporada anterior.

Apesar dos problemas climáticos em algumas regiões do polo Centro-Sul, a produção total de milho passará a 102,1 milhões de toneladas, a melhor marca da história.

Baixe gratuitamente: Tudo o que você precisa saber para fazer uma análise técnica de ações e futuros

Em relação ao trigo, a Conab aumentou as suas estimativas para a colheita a 6,8 milhões de toneladas, com um incremento de 500 mil toneladas em relação à última previsão.

Já no caso da soja, que é o carro-chefe do agronegócio brasileiro, a colheita foi concluída no primeiro semestre e não houve alterações nas quantidades.

De acordo com a Conab, a produção atingiu 120,9 milhões de toneladas, registrando um avanço de 5,1% sobre o ano passado, um novo recorde.    

Quer ficar informado de tudo o que acontece no mercado financeiro? Então participe gratuitamente do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

Safra de milho leva Conab a prever colheita recorde de grãos

Leia também:

BR Distribuidora e Raia Drogasil registram queda nos lucros do 2T

Ibovespa cai 1,2% com incertezas sobre o quadro fiscal e eficácia da vacina

Dólar cai a R$5,41 refletindo o embate entre estímulos e vacina


Sobre o autor