Mercados

Rússia atenderá todas as necessidades da Europa sobre gás natural, diz Putin

Por TradersClub
13 outubro 2021 - 09:50 | Atualizado em 13 outubro 2021 - 09:51
Putin

São Paulo, 13 de outubro –  O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse hoje que o país está disposto a conversar com os líderes europeus para estabilizar o preço de gás natural. E afirmou que atenderá todas as necessidades da Europa diante da forte alta da commodity no último mês.

LEIA: Scalper trader: saiba como investir de acordo com essa modalidade

Na última terça-feira, a produtora russa Gazprom anunciou que começou a utilizar os estoques em uma tentativa de estabilizar os preços. A notícia contribuiu para o gás natural fechar em baixa na sessão, e iniciar o pregão de hoje em nova queda de 1,67%, perto de US$5,415, às 9h.

Em discurso durante evento sobre energia em Moscou, o presidente russo afirmou que a alta do gás se deu pelo choque de demanda. E afastou, mais uma vez, as suspeitas de que a Rússia estaria contingenciando a oferta para pressionar a Europa pela aprovação do novo gasoduto NordStream 2, que afetará duramente a Ucrânia, o que preocupa líderes da Zona do Euro. Putin reiterou que o aumento de preços é “prejudicial para todos, inclusive para os produtores”.

LEIA: Pregão da Bolsa – saiba como funciona e como você pode participar

Depois, na sessão de perguntas, Putin disse que a Europa “acusa a Rússia sem qualquer prova” e que o país aumentou a oferta de gás natural para a Ucrânia no último mês. O mandatário russo disse que o país elevou a oferta de gás para o continente em 15%, “como pedido”, mas que poderia aumentar mais, caso fosse necessário.

JPMorgan


Sobre o autor