Política

Reforma do IR exigirá dos bancos e empresas bilionárias maior esforço fiscal, diz Bezerra

Por Fast Trade
28 setembro 2021 - 15:35 | Atualizado em 28 setembro 2021 - 17:45
PEC dos Precatórios

O senador Fernando Bezerra (MDB), líder do governo na casa, explicou que a reforma do Imposto de Renda (IR) exigirá dos bancos e das empresas bilionárias um maior esforço fiscal. Isto porque, essas companhias devem contribuir de forma mais justa com o sistema tributário.

Nesse sentido, o parlamentar explicou que o setor bancário e as demais instituições financeiras vão perder os juros sobre o capital próprio. Esse é um importante instrumento, mas que veio junto com o plano real, em um período de alta inflação, o que não se justifica neste momento.

“Alguns números: apenas 126 empresas têm faturamento superior a R$10 bilhões no Brasil. Temos poucas empresas com um faturamento expressivo, na faixa de R$1 bilhão ou acima de R$5 bilhões. Essas empresas serão chamadas a participar de forma mais equitativa a atender o esforço fiscal” – disse Bezerra.

+ Clube de investimentos: Tudo o que você precisa saber

Além disso, o senador disse que as discussões não podem acontecer de forma superficial, pois trarão impactos para vários setores. Esta afirmação veio como uma resposta às críticas realizadas pelo presidente da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), Otto Alencar (PSD).

Ao que parece, o ministro da Economia, Paulo Guedes, pressionou para o Senado agilizar a votação do projeto. No entanto, até mesmo o líder do governo na casa chegou a fazer declarações em apoio às reclamações de Alencar.

Dificuldades da proposta no Congresso

Além de criticar as pressões da equipe econômica, Bezerra também afirmou que o projeto da reforma do IR enviado pelo Planalto foi uma espécie de “bola quadrada”. Ele destacou as alterações realizadas pela Câmara, sobretudo, na ampliação das faixas de isenção.

Acima de tudo, essa proposta vem sofrendo críticas como um todo devido ao possível aumento nos tributos. O relator da proposta no Senado mencionou que os números são ruins, pois a sociedade não suporta mais ônus financeiro.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

Por isso, ele pretende agendar, junto ao senador Alencar, diversas audiências públicas para debater o assunto com a população e avaliar os potenciais impactos da medida.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

Reforma do IR exigirá dos bancos e empresas bilionárias maior esforço fiscal, diz Bezerra

Leia também:

Bolsa brasileira declina 2% pressionada pela Vale e pelo exterior; dólar sobe

Embraer projeta demanda chinesa de 1,5 mil aeronaves até 2040


Sobre o autor