Ações

Recuperação do lucro por ação no Brasil deve ser uma das mais fortes entre emergentes

Por Fast Trade
09 outubro 2020 - 16:00 | Atualizado em 09 outubro 2020 - 18:17
O Ibovespa futuro abre estável em dia de feriado nos EUA

A recuperação do lucro por ação no mercado de capitais do Brasil deve ser uma das mais fortes entre os emergentes no próximo ano. A avaliação é do Bank of America (BofA), em relatório assinado por David Beker, Nicole Inui e Paula Andrea Soto.

Leia também: Ibovespa vira para alta com exterior e recuperação dos bancos

De acordo com o Valor Econômico, o BofA relatou que o consenso no mercado indica alta de 19% no lucro por ação do índice MSCI Brazil. Também denominado “EPS”, na sigla em inglês, a estimativa para o lucro por ação se baseia na comparação entre 2021/2019, na moeda local.

Em contrapartida, o lucro por ação dos emergentes deve ter uma recuperação mais contida, de aproximadamente 6% na mesma base de comparação.

Baixe agora: Guia de A a Z de como se tornar um trader!

Balanço trimestral

Segundo reportagem do Valor, os economistas do BofA afirmaram no relatório que os balanços do segundo trimestre já mostraram o impacto total dos “lockdowns”. Nesse contexto, a avaliação é que houve tempo o bastante desde o início da pandemia da covid-19 para que os analistas revisassem suas estimativas.

“Conforme o foco passa para reabertura, vacinas e a vida após a pandemia, vemos a possibilidade de um novo ciclo de capex (investimentos em bens de capital)”, disseram eles, segundo o Valor.

De acordo com o BofA, caixa e equivalentes para o índice IBX (excluindo finanças) cresceram 80% na comparação anual, apesar da pandemia. “O nível subiu para todos os setores, mas especialmente para comunicações, indústria, alimentos básicos e energia”, disseram eles.

Nos últimos dois casos, o resultado foi fortemente impulsionado por ventos favoráveis à depreciação do real, conforme o relatório do banco.

Baixe gratuitamente: Guia do Investidor Iniciante

Na contramão da recuperação do lucro por ação, a Gol estima prejuízo líquido, mas no 3T20

Por sua vez, a companhia Gol Linhas Aéreas Inteligentes (GOLL4) estimou em seu relatório de atualização mensal aos investidores um prejuízo líquido de, em média, R$ 3,20 por ação e US$ 1,15 por ADR no terceiro trimestre de 2020.

Além disso, a empresa aérea – fortemente abalada pela pandemia do novo coronavírus que impôs restrições em viagens –projetou uma margem Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) entre 21% e 23% no mesmo período.

Essa estimativa equivale a um declínio de quase 10 pontos percentuais ante um ano atrás, quando a margem Ebitda computada entre julho, agosto e setembro pela companhia aérea foi de 31%.


Sobre o autor