Mercados

Reabertura econômica e novos casos de Covid-19 ditam o clima dos mercados globais

Por Bruna Santos
11 maio 2020 - 07:50 | Atualizado em 11 maio 2020 - 07:50
O dia em mercados internacionais é misto

Os índices acionários asiáticos fecharam sem direção única nesta segunda-feira (11), mesmo com a tentativa de reabertura econômica no radar. No contraponto, a China relatou 17 novos casos de coronavírus, segundo publicou o Estadão. O receio é que haja uma segunda onda de infecções.

O índice Xangai Composto fechou com baixa marginal (0,02%, a 2.894,80 pontos). Ademais, o menos abrangente Shenzhen Composto recuou 0,24%, a 1.804,74 pontos. Em contrapartida, as Bolsas na Europa operam em alta desde o começo do pregão, com investidores focados na possibilidade da reabertura econômica.

Além disso, Estados Unidos e China continuam chamando atenção nos próximos dias após o embate que aumentou as tensões sino-americanas. Recentemente, membros do governo norte-americano fizeram declarações polêmicas sobre o surgimento do novo coronavírus, causador da Covid-19.

Mesmo assim, o investidor vai monitorar o CPI dos Estados Unidos na terça-feira. Estimativas do mercado apontam para uma deflação de 0,7% na comparação mensal.

Atenção para os números de varejo no mercado chinês, com destaque para o resultado da produção industrial na quinta-feira. O mercado ainda monitora as medidas adicionais prometidas pelo PBoC (Banco Central local) para ajudar a economia doméstica a se recuperar do impacto do coronavírus. Na zona do euro sai o Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre.

Leia também:

Mercados locais monitoram ata do Copom, resultados, indicadores e veto presidencial

Brasil volta à trilha do ajuste fiscal se presidente vetar reajuste, diz Guedes

Petrobras divide agenda de resultados da próxima semana com Eletrobras, JBS, Azul e outros

Ibovespa avança 2,75% com EUA-China e impactos do vírus


Sobre o autor