EmpresasHome

Raízen autoriza a emissão de debêntures para captação de até R$900 milhões

Por Pablo Vinicius Souza
17 outubro 2019 - 12:47
Eletrobras (ELET3; ELET5; ELET6); Energisa (ENGI11)

A Raízen Energia S/A, formada por uma joint venture entre a Cosan Investimentos e Participações S/A (CSAN3) e a Shell Brazil Holding Bv., realizará a captação de R$900 milhões via emissão de debêntures.

O conselho de administração autorizou a operação nesta quarta-feira (16), para emissão em até duas séries de debêntures simples, não conversíveis em ações, no total de 900 mil unidades, com valor nominal de R$1.000 cada.

Os títulos terão prazo de vencimento de 10 anos (2029) e serão remunerados segundo o Tesouro IPCA com juros anuais, acrescidos de spread de 0,70% ao ano, cuja base será 252 dias úteis.

Os recursos captados serão utilizados no reembolso de gastos, despesas e/ou dívidas da companhia, que hoje é a maior produtora de açúcar e álcool do país.

Parte do dinheiro também será aplicada a investimentos em renovação de canaviais para expansão da capacidade produtiva, dentre outros projetos de modernização da infraestrutura.

Embora a Raízen tenha apurado um prejuízo líquido de R$99 milhões no primeiro semestre, a expectativa é que as melhorias implantadas revertam o quadro e tragam resultados positivos ainda em 2019.


Sobre o autor