Mercados

Radar do Trader: varejo nos EUA, reta final da temporada de balanços e IPC-S

Por Fast Trade
16 maio 2022 - 08:23 | Atualizado em 16 maio 2022 - 10:28
Créditos: shutterstock.com

O Radar do Trader desta segunda-feira (16) trouxe como destaques os números do varejo nos Estados Unidos ao longo da semana e a reta final da temporada de balanços no Brasil. Além disso, os investidores terão acesso ao Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) e ao resultado do setor público.

Calendário Econômico – Indicadores

  • 08:00 – Índice IPC-S semanal (Brasil)
  • 09:30 – Índice de manufatura Empire State (EUA)
  • 09:30 – Resultado nominal e primário do setor público (Brasil)
  • 10:00 – Federal Reserve – discurso de Williams, membro do Fomc (EUA)
  • 15:00 – Balança comercial (Brasil)
  • 15:00 – Transações líquidas de longo prazo (EUA)

Brasil

Por aqui a temporada de balanços está quase no fim. Hoje serão divulgados os números de duas dezenas de companhias com destaque principalmente para Magazine Luiza (MGLU3), Eletrobras (ELET3) e Itaúsa (ITSA4).

Na política, o presidente Bolsonaro voltou a defender a mudança na política de preços da Petrobras. De acordo com ele, a petrolífera precisa satisfazer a sua função social e a troca no Ministério de Minas e Energia deve alterar a política de paridade de preços (PPI) da empresa.

+ Candles de volatilidade: saiba como utilizar estes indicadores!

Entre os indicadores, o mercado terá acesso ao Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) e ao resultado primário e nominal do setor público. Ademais, a greve dos servidores do Banco Central continua trazendo impactos, pois, o Boletim Focus e o IBC-Br não serão divulgados.

Varejo nos Estados Unidos

Ao longo da semana, os investidores ficarão atentos aos dados sobre as vendas do varejo nos EUA e com a divulgação dos resultados corporativos das empresas do setor.  Com efeito, o mercado busca indícios de como a atual situação da inflação no país impactou os negócios.

Já no mundo, os principais líderes globais aguardam as manifestações do presidente da Rússia, Vladimir Putin, sobre a decisão da Finlândia de integrar a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). Isso porque o líder russo disse que haveria retaliações em um cenário de ingresso do país, mas não especificou quais medidas serão adotadas.

Europa e Ásia

Na Europa, o índice Stoxx 600 operava em território negativo, já sinalizando uma tendência para o pregão. Desse modo, os mercados reagem aos desdobramentos da guerra na Ucrânia, bem como à política de juros dos Estados Unidos e a inflação.

+ Ebook Dólar e Mini Dólar: Baixe agora!

Por fim, as bolsas asiáticas tiveram, em geral, resultados variados. Embora as últimas notícias sobre o avanço da Covid-19 tenham sido otimistas, os dados econômicos no país vieram mais fracos do que o imaginado. As vendas no varejo de abril caíram 11,1% na comparação anual e a produção industrial recuou 2,9%.

  • Shanghai SE (China), -0,34%
  • Nikkei (Japão), +0,45%
  • Hang Seng Index (Hong Kong), +0,26%
  • Kospi (Coreia do Sul), -0,29%

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então assine a newsletter Fast Break e receba as notícias mais relevantes do momento!

Radar do Trader: varejo nos EUA, reta final da temporada de balanços e IPC-S

Leia também:

Ultrapar em alta, mas casas de análise divergem sobre futuro da companhia


Sobre o autor