Mercados

Radar do Trader: revisão do mercado sobre a Selic, IBC-Br BC e indicadores da China

Por Fast Trade
15 setembro 2021 - 08:06 | Atualizado em 15 setembro 2021 - 10:32

O Radar do Trader de quarta-feira (15) trouxe como destaques a revisão das projeções do mercado sobre a Selic e os dados do IBC-Br BC. Além disso, na China, os indicadores de vendas do varejo e de produção industrial foram mais fracos do que o esperado.

Calendário Econômico – Indicadores

  • 09:00 – Índice de atividade IBC-Br BC mensal (Brasil)
  • 09:30 – Índice de manufatura Empire State mensal (EUA)
  • 09:30 – Variação de preço de bens importados e exportados mensal (EUA)
  • 10:15 – Produção industrial (EUA)
  • 11:30 – Variação de estoques de petróleo EIA semanal (EUA)
  • 14:30 – Fluxo cambial semanal (Brasil)

+ Clube de investimentos: Tudo o que você precisa saber

Brasil

Na terça-feira (14), falas do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, mexeram com as expectativas sobre os juros. Agora, as apostas do mercado, portanto, são de que o Copom aumentará a Selic em 1 ponto percentual.

Os investidores aguardam a publicação do índice de atividade econômica do Banco Central (IBC-Br BC) mensal. O indicador é considerado uma prévia do PIB. 

Estados Unidos

Ontem, foram publicados os dados da inflação ao consumidor nos Estados Unidos. Os preços tiveram alta de 0,3% no comparativo mensal e 5,3% no anual. O avanço se deu, principalmente, no setor de alimentação e bebidas. O índice, ademais, ficou abaixo da expectativa do mercado.

Hoje, quarta-feira (15), serão anunciados dados da produção industrial. Esse é mais um importante indicador econômico, isso porque pode revelar a recuperação econômica dos EUA.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

Europa e Ásia

Na Europa, o índice Stoxx 600 tinha alta com destaque positivo para o setor de petróleo e gás. Por outro lado, destaque negativo para o setor de viagem e lazer que recuava 1,1%.

No Reino Unido, dados da inflação revelaram alta de 3,2% em agosto no comparativo anual.

Na China foram publicados os dados sobre as vendas do varejo. O número, todavia, desagradou ao mercado, uma vez que veio bem abaixo do esperado. O indicador ficou em 2,5% no comparativo anual ante uma projeção de 7%.

No mesmo sentido, a produção industrial também teve avanço menor do que o esperado. O indicador teve resultado de 5,3% em relação ao mesmo mês em 2020 ante a expectativa de 5,8%.

  • Nikkei (Japão), -0,52% (fechado)
  • Shanghai SE (China), -0,17% (fechado)
  • Hang Seng Index (Hong Kong), -1,84% (fechado)
  • Kospi (Coreia do Sul), +0,15% (fechado)

Quer ficar informado de todas as novidades do mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

Radar do Trader: revisão do mercado sobre a Selic, IBC-Br BC e indicadores da China

Leia também:

WEG anuncia investimentos no Brasil e quinta fábrica nos EUA

Mercado corrige expectativa sobre juros após discurso de Campos Neto


Sobre o autor