Mercados

Radar do Trader: ata do Fomc, movimentos da Rússia e entrada de dólares no Brasil

Por Fast Trade
17 fevereiro 2022 - 08:09 | Atualizado em 17 fevereiro 2022 - 10:59
Créditos: shutterstock.com

O Radar do Trader desta quinta-feira (17) trouxe como destaques a entrada de dólares no país e a repercussão da ata do Federal Reserve. Além disso, os investidores estão atentos às tensões na fronteira com a Ucrânia e à informação de que a Rússia estaria adicionando tropas ao invés de retirá-las.

Calendário Econômico – Indicadores

  • 09:00 – Reunião do Conselho Monetário Nacional (Brasil)
  • 10:00 – Licenças de construção e construção de novas casas (EUA)
  • 10:30 – Tesouro Nacional – Leilão de títulos (Brasil)
  • 10:30 – Pedidos de seguro desemprego semanal e índice de atividade industrial do Fed da Filadélfia (EUA)
  • 13:00 – Federal Reserve – discurso de James Bullard  (EUA)
  • 19:00 – Federal Reserve – discurso de Loretta Mester (EUA)

+ O que ninguém te conta sobre os investimentos em ações

Brasil

Ontem, quarta-feira (16), houve um forte fluxo de dólar entrando no país o que baixou o câmbio a R$ 5,12. Na política, Arthur Lira (PP-AL) afirmou que as medidas que tratam do preço dos combustíveis devem ser votadas no Senado na próxima terça (22).

Ao mesmo tempo, o Ministério da Economia confirmou que estuda a possibilidade de isentar do Imposto de Renda o investidor estrangeiro que aplicar o dinheiro em títulos privados. Desse modo, o objetivo é reduzir os custos de financiamento para as companhias locais.

Estados Unidos

Na véspera foi divulgada a ata da última reunião do Federal Open Market Committee (Fomc). Dessa forma, foi revelado que o Federal Reserve deve perseguir com mais intensidade a inflação. Contudo, foi anunciado que a avaliação dos juros será realizada a cada reunião levando-se em consideração os indicadores econômicos.

Ainda sobre a política monetária, hoje os investidores terão acesso aos discursos de James Bullard e Lorena Mester. Ademais, entre os indicadores, teremos acesso aos pedidos do seguro-desemprego semanal e ao índice de atividade industrial do Fed da Filadélfia.

Por fim, as tensões geopolíticas ganham novos contornos nesta quinta-feira (17) com o anúncio de que a Rússia não está retirando as tropas da fronteira com a Ucrânia, como disse que faria. Com efeito, o que acontece é o contrário, o país adicionou mais 7 mil soldados.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

Europa e Ásia

Na Europa, o índice Stoxx 600 opera em quase estabilidade, com a região avaliando ainda os riscos da tensão geopolítica, os resultados corporativos e a repercussão da ata do Federal Reserve.

Por fim, as bolsas asiáticas tiveram, em geral, resultados variados. Bem como na Europa, a tensão geopolítica influencia nos fluxos de capitais da região. Assim, o destaque negativo ficou com o Japão, onde os dados de exportações ficaram bem abaixo do esperado em janeiro.

  • Shanghai SE (China), +0,06%
  • Nikkei (Japão), -0,83% 
  • Hang Seng Index (Hong Kong), +0,30% 
  • Kospi (Coreia do Sul), +0,53%

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então assine a Fast Break e receba as notícias mais relevantes do momento!

Radar do Trader: ata do Fomc, movimentos da Rússia e entrada de dólares no Brasil

Leia também:

Totvs anuncia lucro líquido aos controladores de R$ 368,5 milhões em 2021, alta de 24,9%

Kepler Weber bate recordes em 2021; lucro ajustado atinge R$ 160 milhões, alta de 200%

Ibovespa avança aos 115 mil com temporada de balanços e recuperação das commodities


Sobre o autor