EmpresasHome

Puxado pelo aumento do tráfego, lucro da Ecorodovias sobe 29% no 4T19

Por Bruna Santos
19 fevereiro 2020 - 10:41
CCR vence leilão na disputa por rodovia gaúcha

Dois fatores foram grandes responsáveis pela melhora do lucro da Ecorodovias (ECOR3) no quarto trimestre: o aumento do tráfego, bem como a entrada de mais operações.

De acordo com a administradora de concessões rodoviárias, os fatos mencionados acima sobrepujaram efeitos negativos, como o da linha financeira.

Assim sendo, a rentabilidade da Ecorodovias saltou 28,6% na comparação anual do quarto trimestre, totalizando R$ 90,9 milhões de lucro.

Mesmo com o resultado positivo, o saldo ficou abaixo da previsão média de analistas consultados pela Refinitiv (R$ 114,9 milhões).

Outro indicador positivo dos últimos três meses de 2019 foi o resultado operacional da Ecorodovias, medido pelo Ebitda (em inglês).

Seu lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização recorrente pró-forma totalizou R$ 592 milhões no período, avanço de 38,6%.

O resultado superou o previsto, de R$ 529,4 milhões. Assim também, a margem Ebitda subiu 7 pontos percentuais, para 73,7%.

Segundo o press release da companhia, o Grupo Ecorodovias teve receita líquida pró-forma de R$ 803,6 milhões no trimestre (+25,4%).

Por outro lado, os custos operacionais e até mesmo as despesas administrativas subiram 26,1%, chegando a R$ 793,2 milhões.

Quanto a alavancagem financeira medida pela relação dívida líquida/Ebitda, o resultado passou de 2,7 para 3,2 vezes no comparativo anual.

Embora o lucro da Ecorodovias tenha saltado quase 30% no período, seu resultado financeiro ficou negativo em R$ 212,5 milhões.

Na comparação com a despesa do último trimestre de 2018, o salto foi de quase 90% (89%).

Sobre os investimentos para 2020, a companhia projeta cerca de R$ 2,1 bilhões, R$ após investir 1,3 bilhão em 2019.

Confira na íntegra o release de resultados do 4T19, assim como o ITR/DFP enquanto aguarda a teleconferência, marcada para 11h.


Sobre o autor