EmpresasHome

Proposta eleitoral impulsiona ações de empresa armamentícia em 1.000%

Por Toro Investimentos
26 outubro 2018 - 17:42

Análise da Toro Investimentos para o Fast Markets destaca “efeito manada” em fluxo de aquisição de ativos da Forjas Taurus

Durante a evolução da corrida eleitoral ocorreu um movimento bastante atípico nas ações da Forjas Taurus, (FJTA3, FJTA4), maior empresa fabricante de armamento portátil do Brasil. Nas primeiras duas semanas de setembro, ela passou de companhia com volume inexpressivo na Bolsa para presença no ranking de ativos mais negociados. A empresa movimentou diariamente um volume aproximado de R$ 45 milhões, e mais de um milhão de negócios fechados em pregão. As ações ordinárias FJTA3 saltaram de R$1,50 para R$15,50, quase 1000% de valorização.

Baixe também o Guia: Como obter sucesso em operações Day Trade

Mesmo sem nenhum contrato bilionário envolvendo a empresa ou possibilidade de guerra à vista, a elevação no preço das ações da Taurus é em decorrência do cenário político no país. “Este movimento é fruto do cenário especulativo de investidores que acreditam na vitória do candidato do PSL (Partido Social Liberal), Jair Bolsonaro, para a Presidência da República” afirma Rafael Panonko, Diretor de Análises da Toro Investimentos.

Uma das pautas mais discutidas por Bolsonaro durante as eleições foi a revogação do Estatuto do Desarmamento, o que facilitaria o acesso do cidadão às armas de fogo para defesa pessoal e patrimonial. Desta forma, os investidores passaram a enxergar uma oportunidade de lucro ao investirem nas ações da empresa que atua com hegemonia no Brasil. “O que estamos assistindo é o chamado ‘efeito manada’, conhecido também por euforia no mercado. Os investidores começam a comprar pelo simples fato de que alguém garante ser uma grande oportunidade. Isso gera um efeito cascata: quando há muitos querendo adquirir e poucos querendo vender, os preços tendem a subir, como foi observado nos últimos dias” analisa Panonko.

Ainda que o lucro possível se mostre atrativo, é necessário analisar todo o cenário. Não se pode desconsiderar que mesmo com a permissão para aquisição de armas, o candidato do PSL também é a favor de uma economia aberta, resultando no fim dos monopólios e estimulando a competitividade com empresas estrangeiras, que poderão dividir espaço no segmento com a Taurus.

A principal dificuldade é prever a movimentação das cotações dos ativos, devido a grandes lotes que jogam o preço de um lado para outro, afastando os analistas de mercado neste investimento. Segundo Panonko, existe uma saída para quem deseja comprar essas ações: “o Day Trade em Dólar e o Índice Futuro podem ser boas opções para aqueles que procuram lucro com a Forjas Taurus. Essas modalidades de investimentos estão ao alcance de todos e proporcionam possibilidades de ganhos, porém com menor exposição”, conclui o analista.

Leia também: Onde Investir caso Jair Bolsonaro seja o presidente do Brasil.


Sobre o autor