Economia

Produção industrial cresce em junho acima das expectativas (+8,9%)

Por Fast Trade
04 agosto 2020 - 16:00 | Atualizado em 04 agosto 2020 - 17:04
Atividade industrial nos EUA registra nível mais baixo em quase dez anos; indústria

A produção industrial brasileira cresceu em 8,9% junho, no ritmo mais forte em um ano, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Leia também: Balança comercial tem superávit recorde em julho

Essa foi a segunda vez consecutiva de crescimento, indicando que o pior do impacto econômico provocado pela pandemia do coronavírus já teria ficado para trás.

Baixa gratuitamente o relatório especial sobre os Fundos Imobiliários

O resultado também veio acima da mediana das projeções dos economistas consultados pelo Bloomberg, que estimavam uma alta de apenas 8% para o período. Em maio, a produção industrial já havia crescido 8,2%, em revisão após a alta divulgada de 7%.

Somando os resultados de junho, o ganho mais elevado desde junho de 2018 (+12,9%), e o de maio, a indústria brasileira acumulou ganhos de 17,9%.

O setor vem ganhando tração conforme algumas regiões aumentam as flexibilizações pós isolamento social, mas as perdas provocadas pela crise ainda não foram revertidas.

Baixe agora: Tudo o que você precisa saber sobre análise técnica de ações e futuros

Nos períodos mais críticos da pandemia para a economia brasileira, entre março e abril, a produção industrial registrou uma queda acumulada de 26,6%.

Nesse contexto, o gerente da Pesquisa do IBGE, André Macedo, destacou que embora seja um resultado positivo, “temos uma volta gradual da produção”.

Baixe gratuitamente: Descubra o seu perfil de investidor e aprenda a investir o seu patrimônio

Categorias da produção industrial

O grande salto da atividade industrial na passagem de maio para junho refletiu um crescimento generalizado em todas as grandes categorias econômicas.

Baixe gratuitamente: Guia do investidor iniciante

Mesmo assim, o segundo trimestre (abril, maio e junho) encerrou com um declínio de 17,5% frente aos três primeiros meses de 2020. A produção industrial ainda recuou 9,0% sobre o 2T19, o que significa o oitavo resultado negativo consecutivo nessa base de comparação para o setor.

Confira o release da produção industrial de junho na íntegra.

Baixe gratuitamente o guia completo sobre investimentos em fundos multimercados

Retomada mais forte da indústria vai esbarrar no desemprego, avalia Guide

Na avaliação da Guide Investimentos, o resultado corroborou a expectativa com a volta do crescimento econômico na esteira do relaxamento do isolamento social.

Baixe gratuitamente o e-book que contém o glossário do trader

O primeiro movimento da indústria, assim como de outros setores da economia, é de uma retomada em “V”, o que pode ser interrompido.

Nesse contexto, a Guide cita a perda de renda das famílias, sobretudo diante de uma alta taxa de desemprego e do fim do auxílio emergencial, como gatilho para a pressão do segmento, o que deve impedir novos avanços da mesma magnitude.

Em linha com o consenso do mercado, a Guide havia projetado também um avanço de 8,0% m/m e queda de 9,80% a/a.

Baixe gratuitamente: Guia de A a Z de como se tornar um trader

Quer ficar informado de tudo o que acontece no mercado financeiro? Então participe gratuitamente do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade


Sobre o autor