Economia

Prévia do IGP-M de janeiro sobe 1,89%

Por Fast Trade
12 janeiro 2021 - 17:01 | Atualizado em 12 janeiro 2021 - 18:57

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) registrou alta de 1,89% nos primeiros dez dias (decêndio) de janeiro. De acordo com o Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV), o índice havia registrado taxa de 1,28% no mesmo período de dezembro.

Baixe agora: Derivativos – O guia definitivo para começar a investir

Assim sendo, a taxa em 12 meses do IGP-M passou de 23,52% para 24,87%, conforme mostrou a fundação.

Vale destacar que o indicador é usado para o reajuste de contratos de aluguel. Em síntese, o índice serve para que os diversos segmentos da economia possam realizar os reajustes necessários para manter o seu funcionamento.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), por sua vez, avançou 2,42% no primeiro decêndio de janeiro de 2021. A variação do índice no mesmo período do mês passado foi de 1,39%.

Para o Coordenador dos Índices de Preços, André Braz, “a aceleração do IPA registra nova pressão trazida por aumento no preço do minério de ferro”. Nesse sentido, ele sinalizou que a variação passou de -3,65% para 23,45%, alta que fez a commodity acumular alta de 134,63% em 12 meses.

Baixe gratuitamente: Guia do Investidor Iniciante

Além disso, a taxa do índice referente às Matérias-Primas Brutas passou de -0,28 para 4,36% na passagem do % primeiro decêndio de dezembro para o primeiro decêndio de janeiro, alta puxada pelo minério de ferro (-3,65% para 23,45%), leite in natura (1,47% para 2,84%) e mandioca/aipim (-0,21% para 2,85%).

Por fim, confira a divulgação da FGV, mas também o press release e continue acompanhando o Fast Trade para mais destaques.

Baixe agora: Guia de A a Z de como se tornar um trader!

Antes de mais nada, leia outras notícias não relacionadas com o IGP-M:


Sobre o autor