Mercados

Preços do petróleo recuam, mas dados dos estoques nos EUA limitam perdas

Por Fast Trade
15 outubro 2020 - 17:52 | Atualizado em 15 outubro 2020 - 18:26

Os preços do petróleo cederam aos indícios de uma segunda onda de coronavírus na Europa, mas fecharam próximos da estabilidade nesta quinta-feira (15).

Hans Kluge, diretor regional da Organização Mundial da Saúde (OMS) para a Europa, chegou a fazer um apelo aos governo para “mostrarem serviço”. Segundo ele, que pede por medidas para conter os avanços da doença, a situação é, “mais do que nunca, uma época pandêmica para a Europa”.

De acordo com a Reuters, as novas infecções estão chegando a 100 mil por dia na região. Além disso, a Europa acaba de registrar um recorde semanal de casos de Covid-19 desde o início da pandemia com quase 700 mil casos relatados.

Baixa gratuitamente o relatório especial sobre os Fundos Imobiliários

Esse cenário foi favorável para o fortalecimento do dólar, o que também afetou os preços do petróleo, deixando-os mais caros e, desse modo, menos atraentes. Em contrapartida, o relatório semanal do Departamento de Energia (DoE) dos EUA indicou uma queda nos estoques da commodity energética e limitou as perdas.

Com isso, o WTI para novembro recuou 0,19%, mas se manteve no patamar dos US$ 40 por barril (US$ 40,96). Do mesmo modo, o declínio do Brent para dezembro foi pequeno, de apenas 0,37%. Assim, a referência global fechou o dia cotada a US$ 43,16.

Baixe gratuitamente: O que ninguém conta sobre os investimentos em ações

Panorama do dia que refletiu nos preços do petróleo

O cenário desafiador começou pela manhã em meio à deterioração generalizada dos ativos que eram pressionados pelo pessimismo global devido à evolução da pandemia.

Nesse contexto, diversas regiões da Europa comunicaram o fortalecimento das medidas de contenção após o salto na curva de contágios em diversas regiões.

“Os preços estão em baixa com o temor de mais restrições econômicas devido ao coronavírus e de que o sentimento de risco ajude a derrubar as cotações”, disse o analista Bjarne Schieldrop, da SEB Markets.

Baixe agora: Guia de A a Z de como se tornar um trader!

Estoques nos EUA

Por outro lado, o relatório semanal do Departamento de Energia (DoE) dos Estados Unidos contribuiu para limitar as perdas da commodity.

Conforme o material divulgado nesta quinta-feira, os estoques do petróleo na região caíram 3,818 milhões de barris na semana encerrada em 9/outubro.

Baixe agora: Guia completo de como ter sucesso nas operações de day trade

Opep+ fala sobre os preços do petróleo

Por fim, o secretário-geral da Opep, Mohammad Barkindo, garantiu que a aliança Opep+ vai assegurar que os preços do petróleo não desabem novamente. Um encontro para a definição de suas políticas está previsto para o final de novembro.

Baixe gratuitamente: Guia do investidor iniciante

Quer ficar informado de todas as novidades sobre as técnicas e estratégias aplicadas ao day trade? Então participe gratuitamente do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade


Sobre o autor