Economia

PIB brasileiro cresce 7,7% no terceiro trimestre

Por Fast Trade
03 dezembro 2020 - 17:00 | Atualizado em 03 dezembro 2020 - 19:02
Nossa agenda local de indicadores econômicos tem como destaque a divulgação da Pesquisa Mensal do Comércio de setembro do IBGE.

O Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil cresceu 7,7% entre julho, agosto e setembro de 2020, na comparação com o segundo trimestre.

Baixe gratuitamente: E-book o que ninguém te conta sobre os investimentos em ações

Desse modo, a economia anotou uma expansão recorde, embora ainda insuficiente para recuperar as perdas registradas no período mais crítico da pandemia de covid-19.

Só para exemplificar, o PIB colapsou no primeiro semestre do ano, após recuar 1,5% no primeiro trimestre e despencar 9,6% no segundo. Em contrapartida, o resultado representa um decréscimo de 3,9% em relação ao terceiro trimestre do ano passado.

Assim também, o PIB brasileiro contraiu 3,4% no acumulado de 12 meses terminados em setembro frente aos quatro trimestres imediatamente anteriores.

Já entre janeiro e setembro, o recuo é de 5% quando comparado ao mesmo período do ano passado.

Nesse sentido, usando a mesma base de comparação, a Agropecuária avançou 2,4%, ao passo que a Indústria (-5,1%) e os Serviços (-5,3%) recuaram.

Em valores correntes, o PIB do terceiro trimestre totalizou R$ 1,891 trilhão, conforme mostrou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Desse total, R$ 1,627 trilhão corresponde a um Valor Adicionado (VA) a preços básicos e R$ 264,1 bilhões em Impostos sobre Produtos líquidos de Subsídios.

O levantamento do IBGE indicou que a taxa de investimento no 3T20 foi de 16,2% do PIB. Assim sendo, o indicador ficou praticamente estável frente ao mesmo período de 2019 (16,3%).

Veja mais detalhes sobre o PIB do 3T20.

Baixe agora: Guia de A a Z de como se tornar um trader!

“É um bom resultado”

Para o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, o resultado do PIB “é um bom resultado”.

Na avaliação dele, conforme publicação do Valor Investe, a recuperação da economia após o choque da pandemia será diluída nos próximos resultados.

“A queda do segundo trimestre foi muito grande, ela vai ser recuperada ao longo deste terceiro [trimestre], mais o quarto e o ano que vem. Isso já era esperado”, disse.

Baixe agora: Guia completo de como ter sucesso nas operações de day trade

Guedes comenta sobre o PIB

Do mesmo modo, o ministro da Economia, Paulo Guedes, comentou o resultado do PIB do 3T20.

Ele destacou, por exemplo, que houve revisões em trimestres anteriores e, por isso, o resultado veio “um pouquinho” abaixo do esperado, mas que é um “fato” que a economia está voltando.

Por outro lado, as variações do PIB superaram as expectativas do Ibre-FGV.

“Não foi uma frustração e em termos interanuais o PIB caiu menos que o esperado”, disse a coordenadora do Boletim Macro do Ibre-FGV, Silvia Matos.

Baixe agora: Tudo o que você precisa saber para fazer uma análise técnica de ações e futuros

Leia também:

Ibovespa futuro oscila com PIB decepcionante, à espera de PMIs e seguro-desemprego

Indústria brasileira já está 1,4% acima do nível pré-pandemia

B3 divulga nova carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE)

Superávit da balança comercial é de US$ 3,7 bilhões em novembro

Confiança da indústria atinge em novembro o maior patamar desde 2010, mostra FGV

Petrobras (PETR3;PETR4) prevê distribuir até US$ 35 bi em dividendos entre 2021 e 2025

Governo já empenhou 97,6% dos recursos autorizados para combater covid


Sobre o autor