Mercados

Petróleo recua e encerra rali após Opep revisar previsão para demanda da commodity

Por Fast Trade
11 fevereiro 2021 - 19:09 | Atualizado em 11 fevereiro 2021 - 19:21
Crise hídrica

Os preços do petróleo recuaram no pregão desta quinta-feira (11), pressionados por uma nova previsão para a demanda da commodity. Como resultado, tanto o Brent quanto o West Texas Intermediate (WTI) encerraram um longo rali de ganhos.

Em primeiro lugar, o WTI para março recuou 0,74% e fechou o dia cotado a US$ 58,24 por barril. Do mesmo modo, o recuo do Brent para abril foi singelo (-0,53%), derrubando a referência global para US$ 61,14 por barril.

Acima de tudo, os investidores repercutiram a nova previsão da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) para a demanda global por petróleo.

De acordo com o cartel, a demanda avançará apenas 5,79 milhões de barris por dia (bpd) em 2021, para cerca de 96,05 milhões de bpd.

Os dados indicam um decréscimo frente a projeção de crescimento em 110 mil bpd divulgada no relatório mensal de janeiro.

“Embora a economia global esteja mostrando sinais de uma recuperação saudável em 2021, a demanda por petróleo está em ritmo lento – mas a previsão é de que se recupere no segundo semestre de 2021″, escreveu a Opep em relatório.

Para o gerente de pesquisa e análise global da Schneider Electric, Robbie Fraser, a demanda continua “sendo uma fonte de preocupação para o mercado atual”.

Segundo ele, a tendência de alta observada nos últimos pregões “parece fortemente dependente de uma recuperação forte e estável durante o ano que vem”.

Mesmo assim, a Opep e seus aliados cumpriram, em grande parte, as restrições à produção, a fim de equilibrar o mercado.

Em paralelo, a Arábia Saudita cortou unilateralmente a produção em 1 milhão de barris por dia em fevereiro e março.

Continue acompanhando o portal Fast Trade para ficar por dentro dos destaques do mercado de petróleo, entre outros.

+ Guia do Investidor Iniciante: acesse o material gratuito.

Por fim, leia um destaque não relacionado com o petróleo:


Sobre o autor